Bebê internado às pressas com suspeita de coronavírus recebe alta médica e volta para casa

O pequeno bebê que havia sido internado às pressas na UTI do Hospital São Lucas recebeu alta médica

Uma ótima notícia em meio a pandemia de coronavírus que causa tanta dor e angústia nos quatro cantos do mundo. O pequeno bebê que havia sido internado às pressas na UTI do Hospital São Lucas recebeu alta médica no início da noite dessa quarta-feira (08) e poderá voltar para casa nos braços da mãe.

O Patos Hoje mostrou o drama do pequeno Nicolas Gabriel que veio da cidade de Paracatu com suspeita de coronavírus. Ele estava entubado e precisava de uma UTI com urgência. Entretanto, como a suspeita era de coronavírus, a internação exigia cuidados especiais, com isolamento e equipamentos de proteção especial para os profissionais de saúde, o que ainda não estava disponível.

Para piorar a situação, o oxigênio da ambulância que havia transportado o bebê já estava no fim e não era suficiente para fazer a viagem de volta. A vida do bebê estava em risco. Não havia vaga no Hospital Regional. Até a Polícia Militar foi acionada. A solução foi improvisar uma UTI Neonatal em um espaço isolado no próprio Hospital São Lucas.

Todo esforço foi recompensado. Hoje, após 13 dias de cuidados médicos, o pequeno Nicolas Gabriel finalmente foi liberado pelos médicos para voltar para casa. O resultado do teste para coronavírus ainda não saiu, mas seja lá o que for, o fato é que ele está curado. “É difícil até tentar explicar tudo isso. No colo da mamãe Nathalia, o pequeno Nicolas Gabriel, tão novinho e já precisando ser guerreiro e grande para conseguir sobreviver. E o pequeno enfrentou duras batalhas e injustas, mais a bravura da vontade de viver superou as barreiras. Hoje, passada a tempestade é hora do guerreiro Nicolas retornar ao mundo, com uma nova chance e oportunidade”, escreveu Rafael, que administra o Hospital. Ele agradeceu o empenho da equipe.

Pelo menos mais três pacientes com teste confirmado para coronavírus também já receberam alta médica.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias