Publicidade
Chegou seu momento - Faculdade Cidade de João Pinheiro
Publicidade
InícioBrasilAdélio Bispo, que esfaqueou Bolsonaro, pode ser solto pela justiça após novos...

Adélio Bispo, que esfaqueou Bolsonaro, pode ser solto pela justiça após novos exames

Prazo para realização de perícia médica em homem que atacou Bolsonaro no dia 6 de setembro em Juiz de Fora termina no dia 14 de junho

Publicado em

Adélio Bispo de Oliveira, o homem que esfaqueou o presidente Jair Bolsonaro (PL) no dia 6 de setembro de 2018, passará por uma avaliação médica e poderá ser solto a partir do dia 14 de junho. Este é o dia em que termina o prazo de três anos de internação sem a realização de perícia, imposto a ele em junho de 2019, após ele ser considerado inimputável em razão de problemas mentais.

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

A informação sobre o fim do prazo de internação de Adélio, o que pode motivar a ida dele para as ruas, foi divulgada inicialmente pela “Record TV”.

Responsável por acompanhar a internação de Adélio, a 5ª Vara Federal de Campo Grande deve agendar a realização de uma nova perícia médica para avaliar se ele ainda sofre dos transtornos constatados após ser preso pelo atentado ao presidente. Embora a internação tenha se dado “por tempo indeterminado”, a periculosidade de Adélio, ou seja, a permanência dos transtornos que, segundo a justiça, levaram ele a cometer o crime, deveria ser novamente analisada em três anos.

Publicidade
Nossa equipe está pronta para te atender - POP Pet Center João Pinheiro

Como o processo já foi concluído, caso a perícia informe que Adélio não enfrenta mais os problemas mentais apontados àquela época, ele será solto, não havendo mais possibilidade de condenação a prisão. Quando Adélio Bispo foi considerado inimputável, o presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu não recorrer da decisão. Da mesma forma fez o Ministério Público, o que encerrou o processo.

Bolsonaro foi esfaqueado no dia 6 de setembro de 2018, enquanto fazia campanha na rua Halfeld, localizada na cidade mineira de Juiz de Fora. Ele precisou ser levado às pressas para a Santa Casa de Misericórdia de JF para passar por cirurgias. Nos anos seguintes, ele continuou fazendo operações para se recuperar e tem enfrentado, até hoje, problemas de saúde em razão do atentado.

Publicidade
FonteO Tempo

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

mais artigos