InícioCidadeAdolescente que foi morto com 15 tiros em Paracatu é suspeito de...

Adolescente que foi morto com 15 tiros em Paracatu é suspeito de matar criança de 4 anos em Patos de Minas

Talles Emanuel Silva, de 17 anos, acusado de estar envolvido na morte de um jovem e uma criança, é executado com mais de 15 tiros, sendo nove na cabeça, em uma área de mata no bairro Chapadinha

Publicado em

Na tarde desta segunda-feira (30), um adolescente suspeito do homicídio de um jovem de 21 anos e uma criança de apenas 4 anos, ocorrido no último dia 21 em Patos de Minas, foi morto a tiros em Paracatu. Talles Emanuel Silva, de 17 anos, foi encontrado em uma área de mata, apresentando múltiplos ferimentos por disparos de arma de fogo.

De acordo com a Polícia Militar de Paracatu, uma equipe foi deslocada para o bairro Chapadinha após receber denúncias de tiros. Ao chegar ao local, os militares encontraram o corpo do jovem. A perícia técnica constatou que ele foi atingido por pelo menos 15 disparos, com nove tiros concentrados na cabeça, dois na mão direita, quatro no ombro direito e um no tórax.

A dinâmica que levou o adolescente ao local do crime ainda é desconhecida, assim como os possíveis autores dos disparos que fugiram após o ato. A Polícia Militar iniciou buscas pela região, mas até o momento, os suspeitos não foram localizados.

Talles Emanuel Silva já estava no radar das autoridades após o trágico incidente em Patos de Minas. Ele foi identificado como um dos envolvidos no crime que vitimou um jovem de 21 anos e uma criança de 4 anos na Rua Duque de Caxias. A Polícia Civil informou que um pedido de internação já havia sido solicitado em desfavor do adolescente.

A investigação sobre o caso continua em andamento, e as autoridades pedem a colaboração da comunidade com informações que possam levar à elucidação dos fatos.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Revoltado
7 meses atrás

Investigar pra que?
Este merecia morrer