InícioCidadeAntigo morador de Varjão de Minas é acusado do assassinato de estudante...

Antigo morador de Varjão de Minas é acusado do assassinato de estudante indiana na Inglaterra

De acordo com testemunhas, a vítima vivia com o rapaz na capital inglesa

Publicado em

Keven Antônio Lourenco De Morais, 23 anos, antigo morador de Varjão de Minas – MG, onde ainda reside a família, é acusado do assassinato da estudante indiana Tejaswini Kontham e da tentativa de assassinato de uma segunda mulher em um endereço na região de Wembley, distrito de Londres, na Inglaterra.

Os policiais compareceram junto com o Serviço de Ambulância de Londres e encontraram Tejaswini Kontham, 27 anos, e outra mulher, 28 anos, com ferimentos de faca. Apesar dos esforços do serviço de emergência, Tejaswini morreu no local. O crime repercutiu nos jornais ingleses e mundiais.

De acordo com testemunhas, as duas mulheres viviam com o rapaz na capital inglesa. Keven Antônio havia mudado para a residência a menos de uma semana; e ele, que sofria de um quadro depressivo, teria tido um surto na manhã (horário local) de terça-feira (13), com a intenção de se matar.

Ao ser impedido de executar o ato, Keven Antônio esfaqueou as duas mulheres. O rapaz embarcaria para o Brasil no dia seguinte, já com a passagem comprada, mas foi preso pela Polícia no bairro vizinho de Harrow, no mesmo dia por volta das 18h (horário local).

A família de Tejaswini Kontham foi informada da morte, a garota foi à Inglaterra para cursar um mestrado na Universidade de Nottingham. “A segunda mulher foi levada ao hospital com ferimentos de faca que mais tarde foram avaliados como não fatais”, disse em nota a Polícia Metropolitana de Londres. Duas outras pessoas presas em conexão com esta investigação foram liberadas sem mais nenhuma ação.

Segundo o jornal O Globo, Keven deverá se apresentar sob custódia no Tribunal de Magistrados de Uxbridge nesta quinta-feira (15).

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Galo Doido.
11 meses atrás

Se lascou.😱😱

G R S
11 meses atrás

Muito complicado.

Shanaia
10 meses atrás

Que cara doido,matou a colega de apartamento, maluco doido de pedra