28 C
João Pinheiro
quinta-feira, junho 17, 2021

Após homem morrer de Covid-19 em prisão de Minas Gerais, defesa pede 468 mil de indenização

Caso aconteceu em Manhumirim, onde jovem estava preso após ser pego com 10 gramas de maconha; ele deixou dois filhos de 4 e 6 anos

Após a morte de Lucas Morais de Trindade por Covid-19 em um presídio de Manhumirim, na Zona da Mata, a defesa dele entrou com um processo contra o Estado e pede R$ 468 mil de indenização. A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (19), pelo advogado que representava o detento, Felipe de Oliveira Peixoto.

“Ele cuidava dos filhos de 4 e 6 anos. Nosso pedido é de R$ 200 mil para os dois filhos por danos morais e uma pensão de um salário mínimo até que os filhos completem 25 anos. Entramos com o processo no dia 12 de novembro”, detalhou.

Lucas foi preso em 2018, dentro de casa, com aproximadamente 10 gramas de maconha. À época dos fatos, um adolescente afirmou à polícia que tinha comprado drogas com ele. O homem, que trabalhava em um armazém de café e estava com o uniforme da empresa ao ser abordado, foi condenado por tráfico de drogas a 5 anos e 10 meses de reclusão em regime fechado.

“Ele e a mãe dos filhos não moravam mais juntos, mas as crianças são representadas no processo por ela e pela avó materna. O valor da pensão é o mesmo do salário que ele recebia quando foi preso. Ele estava preso há um ano e oito meses preventivamente, não tinha condenação definitiva”, detalhou o defensor.

Coronavírus

Lucas morreu no dia 4 de julho. Dias antes, segundo o advogado, o nome dele aparecia em uma lista de detentos contaminados pela doença.

“O Estado informou na época que a situação estava sob controle e não havia nenhum caso de gravidade. Após essa lista, não encontrei com o Lucas mais”, finalizou Peixoto. Segundo o advogado, o Estado ainda não foi notificado.

FonteO Tempo

10 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


10 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
PEDRO H
6 meses atrás

E quanto aos milhares pais de família que morreram de covid, irão receber indenização também?

Capitão do exército
6 meses atrás

Brincadeira né, cara é detento sabe-se lá o crime que cometeu e a família ainda quer aproveitar da paz que vai ter para ganhar indenização. Tnc.

Anti Bolsominios
6 meses atrás
Resposta para  Capitão do exército

10 gramas de mato n leu a reportagem n zé

Anti Bolsominios
6 meses atrás

Sistema foda !

Anti Bolsominios
6 meses atrás

O estado tem q indenizar mesmo!

Márcia
6 meses atrás
Resposta para  Anti Bolsominios

Tem que indenizar mesmo, tantos trabalhadores morrendo e não tem nenhum reconhecimento , se um presidiário pode o trabalhador tem 10 x mais. Só acho!

Jorge
6 meses atrás
Resposta para  Anti Bolsominios

Porque vc nao vai la e ajuda a pagar quero ver se um bandido atacar vc ou alguem próximo a vc, depois vai ficar defendendo

Xabiu
6 meses atrás

Mais um pro colo do capeta, indenizar è nada.

Anti Bolsominios
6 meses atrás

O cara foi preso com 10 gramas de maconha absurdo,esses políticos ai com milhões!

Anti Bolsominios
6 meses atrás

Mais um cara q morre por nada,culpa desse sistema,se tivesse dinheiro podia tá com 100g era usuário,pobre 10g traficante ☹️

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias