18.9 C
João Pinheiro
quinta-feira, março 4, 2021

Brasil está uma maravilha, afirma o presidente Jair Bolsonaro após dizer que país está quebrado

No dia anterior, Bolsonaro disse a apoiadores que "o Brasil está quebrado, e eu não consigo fazer nada"

Após dizer que o Brasil está quebrado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou atrás ao falar com apoiadores na manhã desta quarta-feira (6) e disse que o país está “uma maravilha”.

“Confusão ontem, você viu? Que eu falei que o Brasil estava quebrado. Não, o Brasil está bem, está uma maravilha. A imprensa sem vergonha, essa imprensa sem vergonha faz uma onda terrível aí. Para imprensa bom estava Lula, Dilma, gastava R$ 3 bilhões por ano para eles”, disse Bolsonaro na porta do Palácio da Alvorada.

O vídeo com a declaração foi publicado por um canal simpático ao presidente.

Na terça-feira (5), ele disse a apoiadores pela manhã que o Brasil está quebrado e que ele não consegue fazer nada.

“Chefe, o Brasil está quebrado, e eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter. É um trabalho incessante de tentar desgastar para tirar a gente daqui e atender interesses escusos da mídia”, disse o mandatário pela manhã, também em conversa transmitida pelo canal bolsonarista na internet.

A declaração destoa de posições apresentadas publicamente pela equipe econômica, que tem batido na tecla de que a atividade econômica do país está em plena recuperação, o que trará resultados positivos para a arrecadação de impostos.

No fim da tarde, Bolsonaro disse que “a gente não tem recursos para investir” e voltou a falar de sua promessa de campanha de atualização da tabela de Imposto de Renda.

“Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda. O cara me cobra: ‘compromisso de campanha’. Mas não esperava esta pandemia pela frente. Nos endividamos em aproximadamente R$ 700 bilhões. Complicou mexer nisso aí”, afirmou no fim da tarde.

Ele também afirmou que uma das explicações para o desemprego no país é que parte dos brasileiros não tem preparação para fazer “quase nada”.

“Então, [o Brasil] é um país difícil trabalhar. Quando fala em desemprego, né, [são] vários motivos. Um é a formação do brasileiro. Uma parte considerável não está preparada para fazer quase nada. Nós importamos muito serviço”, disse o presidente.

A retomada do emprego ainda é dúvida, mesmo com a geração recorde de vagas com carteira em novembro.

No total, o desemprego bateu novo recorde em novembro, atingindo 14 milhões de brasileiros. A taxa de desocupação chegou a 14,2%, o maior percentual da série histórica da Pnad Covid, pesquisa do IBGE iniciada em maio para mensurar os efeitos da pandemia no país. Esse indicador considera o mercado informal de trabalho, autônomos e funcionários públicos.

Na manhã desta quarta, ele reuniu 17 de seus 23 ministros no Palácio do Planalto. O ministro da Economia, Paulo Guedes, que está de férias, também participou do encontro, que durou cerca de uma hora e meia.

FonteO Tempo

4 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Opinião
1 mês atrás

Quando esse homem morrer vai ter festa no inferno. um presidente por as coisas do preço que tá tirando comida da mesa dos pobres esse maldito.quem apoia esse homem e pior do que ele.

edinho
1 mês atrás

esse filho da (removido) tinha que morrer de corona.tanta gente boa morrendo e esse filho da (removido) nao sentiu nada

Edinho com respeito
1 mês atrás
Resposta para  edinho

Desejamos tudo em dobro pra você 😘

Marcos Castro
25 dias atrás

Errado ele não tá quanto a frase, o país é uma maravilha. Já a economia. Essa tá cada dia mais feia. Cruzes.

Se continuar assim ele não chega ao final do mandato, se chegar, vai ser só o pó da rabiola.

O próximo a assumir a presidência vai ter de fazer milagre.

PT nunca mais, Bolsonaro também não.

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias