Cerca de 300 hectares de vegetação da Serra de Brasilândia de Minas foram devastados pelo fogo, diz secretário

Secretário de agricultura e meio ambiente do município deu detalhes sobre a situação crítica vivenciada

A cidade de Brasilândia de Minas vem sofrendo com queimada de grande proporção que atinge o município nas últimas semanas. O JP Agora veiculou matéria em que foi divulgado a preocupação dos moradores com danos sofridos pelo meio ambiente local. População e autoridades estão empenhadas no combate às chamas.

Em conversa com Jarmerson Macedo, secretário de agricultura e meio ambiente de Brasilândia de Minas, ele nos informou a situação é realmente preocupante e que todas as medidas possíveis de serem adotadas estão sendo tomadas. “Começamos a conter as chamas com os servidores e materiais da prefeitura municipal, recebamos apoio dos fazendeiros da região e de caminhões pipa da cidade. O prejuízo é imensurável, estamos falando de 300 hectares de área destruída em razão de incêndio criminoso” destacou o secretário.

Conforme informado elo secretário, o Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou militares no início da semana, mas está tendo dificuldades em estar presente na cidade devido à grande demanda por combate a incêndios florestais no estado de Minas Gerais. A informação é de que o apoio aéreo foi solicitado ao corpo de bombeiros, mas não foi atendido devido a indisponibilidade de aeronaves da instituição.

“O incêndio ocorre a mais ou menos 15 dias, já os focos isolados são verificados a mais de um mês. A situação na serra é a mais crítica porque perdemos o controle e isso está afetando muito a população da cidade de que fica próxima” disse Jarmerson com tristeza.

Em meio aos mais de 300 hectares destruídos pelas chamas, estavam áreas de nascentes e habitat de espécies de pássaros nativos da região. Segundo as informações divulgadas pelo secretário, havia projeto de revitalização da área da principal nascente e que agora a ação será prejudicada pela destruição do local.

6 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


6 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Eu Sou Brasileño
7 meses atrás

Engraçado isso né gente?

O Secretário vem a público de camisa e calça social branca, sapatos bico fino, falar que o “povo brasilandense” e os bombeiros estão combatendo o fogo que consumiu 300 hectares de cerrado nativo…

Pega mal né?

Dá uma impressão que o senhor está muito mais preocupado com sua auto imagem.

Podia pelo menos estar com a cara queimada do sol, sujo de fuligem e fumaça, combatendo o incêndio.

Afinal de contas você recebe salário pra isso.

Rosamistica
7 meses atrás

Infelizmente o prefeito de brasilandia não fez muito quando tudo começou!!no ,mês de julho o vereador Filipe veio em um vídeo para alertar as autoridades e não deram muito confiança ao que o jovem falou!Quando foi agora um jovem pediu socorro aos bombeiros depois de muito encistestência eles os bombeiros vieram…mas de quarta pra cá o fogo alastrando onde foi mobilizados pessoas para conter as chamas!!!Vamos ver agora si conseguimos mesmo acabar com a destruição!

RO
7 meses atrás
Resposta para  Rosamistica

Agora já queimou tudo.

Lafaete Campos Cordeiro
7 meses atrás

Primeiro queria dizer que se for criminoso que evide esforços para punir os culpados, inclusive cobrando pelos prejuízos causados.Outra coisa que acho eu não combina é união de secretaria de agricultura e meio ambiente juntas é isso?Para mim os interesses são muito diferentes e inclusive conflitantes.O que se perde com um fogo desses que ví aí,para recuperar se é que isso é possível precisa de muitos esforços durante muitos anos.Lafaete Campos.

Geraldo Pablo
7 meses atrás

– Rosamistica, talvez não seja do seu conhecimento, mas a Prefeitura de Brasilândia de Minas recebeu um ofício em 20/05, assinado pelo 2° Tenente BM João Fernandes, coordenador do “Centro Integrado de Comando e Controle”, em Patos de Minas, sobre “Criação de consórcios municipais de proteção e defesa civil, dentro da estrutura brigada municipal”. Estava previsto um reunião com o comando do Corpo de Bombeiros e todos os municípios da região nos dias 28 a 30/06 para a criação de uma brigada de incêndio em conjunto, reunião essa que não ocorreu devido a inauguração do novo Corpo de Bombeiros de… Leia mais »

Eu Sou Brasileño
7 meses atrás
Resposta para  Geraldo Pablo

Só seu secretário arrumadinho pra foto, de roupa social, é que não foi combater o fogo.

Artigos relacionados

Últimas Notícias