InícioDestaqueComerciante vítima de assalto atropela e mata os dois suspeitos do crime...

Comerciante vítima de assalto atropela e mata os dois suspeitos do crime em Montes Claros

PCMG instaura inquérito para apurar o caso. Os dois mortos envolvidos tinham passagens pela polícia

Publicado em

Dois homens foram atropelados e morreram depois de um assalto a uma loja de roupas em Montes Claros, no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Militar (PM), os dois suspeitos do crime fugiram de moto e foram perseguidos de carro pelo dono do estabelecimento. Durante a perseguição, o homem teria perdido o controle da direção e atropelou a motocicleta, provocando as mortes dos seus ocupantes.

Nesta quarta-feira, /11, a Polícia Civil anunciou a instauração de inquérito para apurar o caso, que ocorreu na tarde de terça-feira (29/11), no Bairro Jardim São Geraldo, na região Sul da cidade. O dono da loja assaltada fugiu após o atropelamento e não foi preso.

Os dois suspeitos que morreram após o assalto foram identificados como D.R.F. S, de 27 anos, e L.A.F.A., de 24. Conforme testemunhas, os dois tinham passagens pela polícia: o primeiro, por roubo, furto e desacato; e o segundo, por comunicação falsa de crime e posse de drogas.

Comerciante vítima de assalto atropela e mata os dois suspeitos do crime

O caso

Conforme informações da Polícia Militar, um dos homens entrou na loja e anunciou o assalto enquanto outro suspeito ficou aguardando em uma motocicleta próximo do estabelecimento. O suspeito, que usou um simulacro (arma de brinquedo), levou peças de roubas e fugiu na moto junto com o comparsa dele.

Imediatamente, segundo testemunhas, o dono da loja entrou em um carro Corolla e passou a perseguir os dois suspeitos, que fugiram de moto em alta velocidade. Ainda em um cruzamento do Bairro Jardim São Geraldo, o comerciante teria perdido o controle da direção do veículo, que colidiu violentamente contra a motocicleta.

Com o choque, os dois suspeitos que estavam na motocicleta tiveram os corpos lançados contra um muro e morreram no local.

Em entrevista à Intertv Grande Minas, uma das donas da loja roubada declarou que um dos autores do crime entrou no estabelecimento colocando a mão de cintura, dizendo “que era um assalto e que estava louco para poder matar alguém”.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


6 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Eita
1 mês atrás

Pena que estragou o carro… 😭

Só observando
1 mês atrás

CPFs cancelados com sucesso

Irônico
1 mês atrás

Ainda bem q o dono da loja ajudou eles no cruzamento, pois se tentam passar em local proibido poderiam sofrer um acidente, mas graças ao empresário se salvaram deste possível risco!

Injustiçado
1 mês atrás

As pessoas falam bandido bom e bandido morto, e no caso do diretor do hospital do gerente do líder do dono da farmácia Moreira os cara da distribuidora papagaio a frase deveria ser a msm, ou só por causa q eles tem posição na sociedade as pessoas n diz ND bando de hipócritas

Palpiteiro
1 mês atrás
Resposta para  Injustiçado

Da farmácia eu não tô sabendo 🤔

Eletricista
1 mês atrás
Resposta para  Palpiteiro

Eu também não quero saber

mais artigos