InícioCidadeCorpo encontrado no Rio Paracatu é reconhecido por familiares através das roupas,...

Corpo encontrado no Rio Paracatu é reconhecido por familiares através das roupas, em Brasilândia de Minas

Vítima, Lucas, foi identificada por sua irmã através das roupas que vestia no dia do seu desaparecimento

Publicado em

Um corpo encontrado no Rio Paracatu, em avançado estado de decomposição, foi identificado por familiares como sendo de Lucas Emanuel Gonçalves de 29 anos, que estava desaparecido desde o dia 11 de junho. O reconhecimento, segundo familiares, se deu pelas roupas que o jovem vestia no dia do seu desaparecimento.

A irmã da vítima, que esteve em contato com a polícia durante a operação de retirada do corpo do rio, afirmou que as roupas eram as mesmas que Lucas usava no dia em que desapareceu. “Ele estava com essas roupas quando saiu de casa”, disse ela, acrescentando que o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Paracatu para a realização de exames, que confirmarão oficialmente a identidade do corpo.

A família acredita que Lucas foi assassinado em outro local e seu corpo posteriormente descartado no rio. Informações preliminares apontam que o jovem pode ter se envolvido em um conflito após mandar mensagens para algumas mulheres pela internet. A irmã de Lucas disse acreditar que essa pode ter sido a motivação para o crime.

A Polícia Civil já começou a investigar o caso. Enquanto aguardam a confirmação oficial da identidade do corpo pelo IML, os familiares de Lucas vivem momentos de angústia e dor. “Queremos justiça”, disse a irmã de Lucas. Ela pede que qualquer pessoa que tenha informações sobre o caso entre em contato com a polícia.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Sled Wilson
11 meses atrás

Bom então vamos lá, minha opinião sobre o assunto, isso não tem haver com mulher, se fosse problema de mulher o cara teria matado e deixar no local, esse rapaz era usuário de drogas e quem fez isso já tem frieza com esse assunto