Crianças de João Pinheiro e Pirapora curtem peça “Na Trilha das Águas”

Espetáculo teatral faz parte do projeto “Se eu Pudesse Mudar o Mundo III” e passou por três escolas em cada município entre os dias 07 e 11 de março

Dialogando com crianças e adolescentes entre 04 e 12 anos sobre a importância da água enquanto recurso renovável, a peça “Na Trilha das Águas” circulou por duas cidades do Estado de Minas Gerais. As sessões gratuitas e abertas ao público foram apresentadas entre os dias 07 e 11 de março, alcançando um público estimado de 2.000 pessoas nas seis escolas por onde passou.

Em solo mineiro, “Se eu Pudesse Mudar o Mundo” foi apresentado na E. E. Santo Antônio, no Centro de Convenções José Geraldo Honorato Vieira e na E. E. Deputado Quintino Vargas, em Pirapora, E. M. Israel Pinheiro, E. M. Jovino Silveira e E. E. José Romero da Silveira, em João Pinheiro. Viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura, o projeto é realizado pelo Ministério do Turismo (via Secretaria Especial de Cultura), com produção da 3S e patrocínio da Minasligas.

O enredo nos apresenta a uma tribo que, ao perceber algo de errado com o rio de onde captam água para uso pessoal, seus animais e plantações, convoca o pequeno – mas corajoso! – guerreiro Cauê para seguir a trilha das águas. Junto à sua fiel companheira Onça Pintada, ele parte em busca de respostas para descobrir a origem e como resolver o problema. Lúdica e divertida, a peça reforça a necessidade do convívio harmônico entre homem e natureza.

Instituições contempladas pelo projeto “Se eu Pudesse Mudar o Mundo – Na Trilha das Águas” em Minas Gerais

  • 07/03/2022: E. E. Santo Antônio e E. E. Fernão Dias, em Pirapora (MG);
  • 09/03/2022: E. E. Deputado Quintino Vargas, em Pirapora (MG) e E. M. Israel Pinheiro, em João Pinheiro (MG);
  • 10/03/2022: E. M. Jovino Silveira, em João Pinheiro;
  • 11/03/2022: E. E. José Romero da Silveira, em João Pinheiro.

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias