Defesa reverte acusação e jovem é condenado por lesão corporal em João Pinheiro; réu já cumpriu pena e deve ser solto

Ministério Público concordou com a desclassificação do crime para lesão corporal; acusado será posto em liberdade porque já cumpriu a pena imposta antes do julgamento

O julgamento do jovem Leonardo Teles, levado a júri popular por supostamente tentar matar o sogro, finalizou com resultado favorável à defesa por volta das 13 horas desta quarta-feira, 14 de julho de 2021. Após o Ministério Público concordar com a desclassificação da tentativa de homicídio para lesão corporal, jovem foi condenado a 1 ano e 3 meses, com regime inicial semiaberto.

A equipe de reportagem do JP Agora esteve em contato com a banca de defesa de Leonardo Teles, que sustentou, desde o início, que o jovem não teve a intenção de matar o sogro, o que estava suficientemente demonstrado inclusive pelo fato dele o ter socorrido após a agressão. No julgamento, após a oitiva das testemunhas, a acusação acatou a tese da desclassificação e os debates continuaram, então, para a resolução das demais questões atinentes ao crime de lesão corporal.

Assim, o corpo de jurados julgou Leonardo pela lesão corporal cometida contra a vítima. Depois, o juiz fixou a pena em 1 ano e 3 meses no regime semiaberto. Como Leonardo estava preso há 1 ano, 3 meses e 29 dias, para a justiça, ele já cumpriu integralmente sua pena, motivo pelo qual será posto em liberdade imediatamente.

“Em situações como essa é que se vê a necessidade do comprometimento para com a causa, de forma a levar a verdade dos fatos ao jurados, que na maioria das vezes não tem contato com aquilo que é a voz do processo, as provas, para que não se dê a condenação à um cidadão por algo que efetivamente não fez” ressaltou a Dra. Núbia Grasiele Gomes da Silva, advogada de Leonardo.

Leonardo retornou para o presídio local para que as formalidades da sua soltura sejam realizadas, o que deve acontecer ainda hoje.

3 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Paulo henrique de oliveira
10 meses atrás

Engraçado algum tempo atras quase me mataram de tanta capacetada na cabeça registrei o BO nao deu nada mas me tira de bandido e todo momento…?

Cidadao
10 meses atrás

Pronto! Agora esse maluco pode dar uma facãozada no pescoço de outro inocente. ?

Perigoso
10 meses atrás

Mano Leozinho deu certo

Artigos relacionados

Últimas Notícias