Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioDestaqueFeminicídio: homem invade confraternização e mata ex com facada na clavícula, em...

Feminicídio: homem invade confraternização e mata ex com facada na clavícula, em Carmo do Paranaíba

O acusado estava proibido de se aproximar da vítima

Publicado em

A violência contra a mulher tem sido um dos crimes que mais revoltam a sociedade. Após uma mulher ser morta a tiros pelo companheiro em Patos de Minas, outra mulher acabou sendo assassinada pelo ex na noite desse sábado (12), em Carmo do Paranaíba. O acusado de 40 anos já estava impedido de se aproximar da ex. Ele acabou preso pela Polícia Militar.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

O crime aconteceu na Rua Patos de Minas, no Bairro Minas Gerais. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima, Juliana da Silva Caetano Andrade, de 35 anos, estava no interior de uma residência com alguns amigos, quando o ex-namorado Valmir Silva chegou e entrou no imóvel sem ninguém perceber, se aproximou deles e falou com Juliana, “Eu vou te matar!”.

A irmã da vítima de 24 anos, moradora da casa, e um homem que estava no local, de 31 anos, pediram para que Valmir saísse e o levaram para fora da residência. Enquanto discutiam do lado de fora da casa, Juliana saiu do imóvel. Valmir conseguiu ir atrás dela, e desferiu um golpe de faca na região da clavícula de Juliana.

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

O homem de 35 anos ainda tentou impedir o crime e entrou em luta corporal com Valmir. Ele também sofreu cortes nas mãos e no braço. Após o crime, ele entrou no carro e fugiu. Juliana conseguiu na justiça uma medida protetiva que proibia o ex-namorado de se aproximar dela, no entanto isso não foi capaz de impedir o crime.

A Polícia Militar e uma ambulância do SAMU foram acionados. A vítima foi levada às pressas para a Unidade de Pronto-Socorro (UPA) de Carmo do Paranaíba, porém já chegou sem vida. A testemunha também foi levada para a UPA onde recebeu atendimento médico.

Publicidade

Os policiais foram até a casa do irmão do suspeito e o encontraram deitado no chão, possivelmente sob efeito de entorpecentes. Ele apresentava um ferimento na perna e havia perdido muito sangue. Após receber voz de prisão e ser dominado pelos policiais, o suspeito também foi levado para a UPA de Carmo do Paranaíba e transferido para o Hospital Regional Antônio Dias em Patos de Minas. Depois do atendimento médico, Valmir foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas. Uma testemunha que tentou defender a vítima também ficou ferido.

O corpo de Juliana da Silva Caetano Andrade foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos de Minas, e depois liberado aos familiares. O velório acontece no salão da Funerária Carmense até às 17h desse domingo. O sepultamento será no cemitério local da comunidade rural de Campo do Meio, município de Carmo do Paranaíba.

Publicidade

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
tadeu oliveira neto
12 dias atrás
  1. quem bate e mata mulher,em qualquer relacionamento,é porque não sente homem completo,é meio mulher.
Justiça
11 dias atrás

E o Pt querendo desarmar à população! Hipócritas! Alimentaram a bandidagem a vida inteira, e hoje quer desarmar o trabalhador. Todo bandido tem que pagar, e todo cidadão tem o direito de se defender.

Irônico
11 dias atrás
Resposta para  Justiça

Ele matou c faca! Se tivesse armado teria matado com tiros! O problema não é ter ou não arma, o problema são os caras chifrudos q querem a arma pode vingar! Kkk. Só a pm deveria ter arma e a punição para bandidos deveria ser mais grave possível!

Publicidade

mais artigos