Fiscal sanitário é detido após promover festa com aglomeração em plena pandemia, em Paracatu

A festa aglomerava aproximadamente 10 pessoas todas sem uso máscaras de proteção, descumprindo as recomendações de isolamento social.

Um fiscal sanitário municipal de 33 anos, foi detido após realizar festa em plena pandemia em Paracatu. No local onde acontecia a festa cerca de 10 pessoas estavam sem máscara e faziam o uso de bebidas alcoólicas, além da aglomeração também houve o crime de pertubação de sossego.

De acordo com a Policia Militar (PM) os policiais foram acionados por moradores da área central, para conter uma perturbação de sossego em uma residência nas imediações da Rua Antônio porto, com a Rua Pinheiro Chagas.

No local, os militares depararam com uma confraternização com a aglomeração de aproximadamente 10 pessoas, na cobertura de um prédio. O responsável pela festa se apresentou aos militares como promotor do evento, relatando que estava ocorrendo apenas uma confraternização entre amigos.

Segundo a PM, foi constado que os participantes da festa estavam fazendo uso de bebidas alcoólicas e não utilizavam máscaras de proteção, descumprindo as recomendações de isolamento social impostas pelo governo do estado contra o Covid-19.

Moradores relatam ainda aos militares, que devido ao avançar da hora, a perturbação de sossego tornou-se insustentável, sendo obrigados a acionar os militares. O responsável pela festa disse aos militares, que apenas estava ocorrendo uma festa de confraternização com os amigos, em comemoração ao aniversário de 26 anos de um amigo.

O promotor ainda disse, que não foi procurado por vizinhos para que o som fosse abaixado e só tomou conhecimento da perturbação de sossego com a chegada da guarnição policial. Diante da situação, foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência. O homem foi detido em virtude da perturbação do sossego, sendo ainda apreendido o equipamento de som da festa, uma caixa de som JBL Boombox

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Semprelendo
1 ano atrás

Belo exemplo.
Se for prender os pinheirense por esse motivo não vai caber em lugar nenhum.

Artigos relacionados

Últimas Notícias