InícioCidadeHomem é esfaqueado no pescoço pela companheira após agredi-la no bairro Cais,...

Homem é esfaqueado no pescoço pela companheira após agredi-la no bairro Cais, em João Pinheiro

Uma noite marcada por álcool, drogas e violência termina com homem esfaqueado e mulher presa; ambos com antecedentes de agressões mútuas

Publicado em

Na madrugada deste sábado, 23 de setembro, uma briga de casal ocorreu no bairro Cais em João Pinheiro, resultando em um homem esfaqueado no pescoço por sua companheira. A mulher, responsável pelo ataque com a faca, foi detida e conduzida à Delegacia de Polícia Civil, enquanto a vítima foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Segundo informações apuradas, o crime teria sido precipitado por agressões físicas que a mulher vinha sofrendo por parte de seu companheiro. Testemunhas relatam que tudo começou mais cedo, durante um encontro social regado a álcool na residência do casal. O homem, que estava não apenas consumindo bebidas alcoólicas mas também fazendo uso de drogas, começou a ter alucinações e a agir de forma agressiva.

Desencadeado por ciúmes, o homem agrediu fisicamente sua companheira com socos. Após o episódio, ele se dirigiu a um bar localizado na João Canuto de Farias, próximo à sua residência. A mulher, ainda abalada pelas agressões sofridas, foi até a cozinha, pegou uma faca e seguiu para o bar para confrontá-lo. No estabelecimento, ela foi novamente agredida, desta vez com socos na cabeça. Em um ato de desespero, ela se levantou e desferiu um golpe de faca na jugular de seu companheiro.

A equipe do SAMU foi acionada e, ao chegar ao local, encontrou o homem caído e sangrando. Ele foi rapidamente socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento de João Pinheiro, onde foi constatado um corte na jugular de aproximadamente 2 centímetros. A mulher, também com ferimentos e escoriações, foi encaminhada para atendimento médico.

Em sua defesa, a autora do golpe de faca alegou ser vítima de violência doméstica e que sua ação foi um ato de revide às agressões sofridas. Uma testemunha corroborou seu relato.

Após receber atendimento médico, a mulher foi presa e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil para as medidas cabíveis. Quanto ao homem, ele permanece na UPA para cuidados médicos e, segundo os profissionais de saúde, não corre de morrer.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
JJ
9 meses atrás

Deve ser pessoas boas….

Geraldo
9 meses atrás

Deve ser gente fina

Helem braga
9 meses atrás

tem que fechar essas boca de fumo dessa rua esses botecos

Helem braga
9 meses atrás

Tem jogar uma bomba ali, aquela rua maior ponto drogas que tem

GALO DOIDO
9 meses atrás
Resposta para  Helem braga

COMPRA QUEM QUER , NINGUEM OBRIGA A IR LA

Cleiton
9 meses atrás
Resposta para  Helem braga

Jogar e na sua casa ☺

GALO DOIDO
9 meses atrás
Resposta para  Helem braga

DE NOVO COMPRA QUEM QUER