InícioCidadeHomem é preso após agredir outro com barra de ferro em confusão...

Homem é preso após agredir outro com barra de ferro em confusão na UPA de João Pinheiro

A vítima ficou com o braço quebrado devido às agressões

Publicado em

Na manhã do último sábado, 02 de dezembro, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de João Pinheiro foi palco de uma violenta confusão, resultando em um homem ferido e outro detido. Segundo relatos da Polícia Militar, um desentendimento começou quando um homem de 29 anos pediu um isqueiro emprestado a outro indivíduo, de 48 anos. O simples pedido escalou rapidamente para uma agressão física, com o homem mais velho utilizando uma barra de ferro para atacar o mais jovem.

O conflito que terminou dentro da UPA causou grande tumulto. A vítima, com um braço quebrado, foi rapidamente atendida pelos médicos da unidade, enquanto o agressor foi contido e preso em flagrante pelas autoridades. Levado para a Delegacia, o homem de 48 anos optou por permanecer em silêncio, enquanto a vítima explicou que a briga se originou de um simples pedido de um isqueiro.

Segundo a vítima, enquanto aguardava a esposa que estava em consulta na UPA, pediu um isqueiro emprestado a um homem de 48 anos. O homem respondeu não ter um isqueiro e, inesperadamente, iniciou um ataque com empurrões e socos. Quando o agressor pegou uma barra de ferro para atingir a vítima que levantou o braço para se proteger, resultando em uma fratura ao tentar evitar que o golpe atingisse sua cabeça. Na tentativa de escapar das agressões, a vítima correu para o interior da UPA.

Apesar da prisão, o agressor foi liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência e aguardará a audiência judicial para a apuração dos fatos. Este incidente destaca a importância da segurança e do manejo de conflitos em locais públicos, especialmente em unidades de saúde, onde pacientes e profissionais estão em situações de vulnerabilidade.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Voz da verdade
4 meses atrás

É inacreditável que uma unidade de saúde com grande movimento diário de pessoas não conta com o mínimo de segurança, tanto para os pacientes quanto para os funcionários. Ja passou da hora de ter um profissional de segurança nesse local. ACORDA PODER PÚBLICO

Jair Alves
4 meses atrás

Sorte da vítima, nem precisou de meios de transporte