25.3 C
João Pinheiro
segunda-feira, março 1, 2021

Homem é preso por vender partes de esqueletos em cemitérios

As investigações apontam que as vendas eram sempre feitas a noite. O comércio com os esqueletos começou há três anos. Cada crânio era vendido por R$ 300, e outros ossos, por R$ 100

Um homem identificado como Luiz Silas dos Santos Brandão foi preso na quarta-feira (28), por vender ossos de cadáveres de um cemitério do Rio de Janeiro. As partes dos esqueletos eram usadas pelos compradores para rituais.

De acordo com apuração do Extra, o delegado Fábio Souza, responsável pela investigação, disse que Luiz foi flagrado com um crânio e dois ossos, no momento em que aguardava um suposto cliente.

As vendas eram sempre realizadas a noite, e comércio com as partes dos mortos começou a três anos, quando um outro homem, que presta serviço ao cemitério, ofereceu uma sociedade nos lucros. Cada crânio era vendido por R$ 300, e outros ossos, por R$ 100.

O suspeito vai responder por vilipêndio de cadáveres.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
frito
3 meses atrás

AGORA O GRAMPAO PASSOU DOS LIMITES KKKKKKK

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias