InícioCidadeAdvogado é preso por posse e disparo de arma de fogo após...

Advogado é preso por posse e disparo de arma de fogo após surto por uso de drogas em João Pinheiro

Autorizada pela companheira do advogado, a PM entrou na residência para conter o advogado, que estava em surto; um revólver e 11 munições deflagradas foram encontradas

Publicado em

Um advogado de 50 anos atuante na cidade de João Pinheiro foi preso na tarde da última quinta-feira, 23 de novembro, por posse ilegal e disparo de arma de fogo. Ele estava em sua residência e em surto por ter usado entorpecentes, sendo contido pela PM. Ninguém se feriu.

A reportagem do JP Agora apurou, com exclusividade, que o advogado, identificado como Wesley, estava em surto dentro de sua casa, localizada no Bairro Primavera. Barulhos de tiros foram ouvidos e a Polícia Militar foi acionada.

No local, a PM conversou com a companheira de Wesley, que relatou que o advogado estava em surto psicótico devido ao uso imoderado de entorpecentes nos últimos dias. A mulher, então, autorizou a entrada dos militares na casa pois temia pela vida do companheiro, já que foram ouvidos barulhos de tiro.

Então, protegidos por um escudo balístico, os militares entraram na residência e imobilizaram o advogado, ainda bastante alterado e falando frases desconexas. Os policiais procederam buscas no local em razão da denúncia dos disparos de arma de fogo e localizaram um revólver calibre .38 junto com 11 munições deflagradas. 

O advogado foi levado para a UPA, onde permaneceu em observação. Sua prisão foi comunicada à justiça, que decidiu por converter a prisão em preventiva devido ao histórico de passagens dele, incluindo porte ilegal de arma de fogo. Wesley seguirá preso até segunda ordem.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


6 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Zé Povim
4 meses atrás

Dr Lelei… ficando famoso…

Jacaré banguela
4 meses atrás

De novo esse advogado dando problema e a OAB não toma nenhuma providência, isso é feio demais para a classe, devia passar no conselho de ética.

Brás
4 meses atrás

Só faltou o Sr citar na reportagem que o nobre adevogado já foi preso tráfico internacional de drogas e não só porte de arma

Tora
4 meses atrás

De novo, pode pedir música no fantástico ue

Revoltado
4 meses atrás

De novo?

Anonimo
4 meses atrás

De novo???