InícioCidadeHomem embriagado ameaça matar familiares e acaba preso em Brasilândia de Minas

Homem embriagado ameaça matar familiares e acaba preso em Brasilândia de Minas

Mulheres se trancaram em um quarto para fugir do indivíduo, que se armou com uma faca

Publicado em

A Polícia Militar de Brasilândia de Minas foi acionada no bairro Porto, no dia 16 de agosto, após denúncia de que um homem de 58 anos estava ameaçando matar sua sobrinha, de 42 anos, e sua genitora, de 87 anos. De acordo com a denúncia, o autor estava extremamente exaltado e nervoso.

A vítima de 42 anos foi quem ligou para a polícia dando conta de que seu tio estava ameaçando ela e outros membros da família na Rua João Francisco Cardoso, bairro Porto. Os militares que atenderam a ocorrência se depararam com a mulher desesperada, pedindo socorro.

As mulheres que ainda estavam na residência se esconderam, algumas trancadas em um quarto, e outras correndo para fora da casa, e o autor seguia extremamente alterado. Segundo relatos, ele chegou em casa agressivo por volta das 12h e começou a ameaçar a família com uma faca, quebrando objetos na casa. A situação piorou e ele continuou ameaçando, dizendo que mataria todos.

Em razão do flagrante, o homem foi preso e conduzido para a delegacia. A situação reforça a importância da denúncia e intervenção rápida por parte das autoridades, e é um alerta para as questões de violência doméstica e os impactos do consumo excessivo de álcool.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Irônico
9 meses atrás

Qd a polícia chega eles ficam calmos e não querem mais matar ninguém! Kkkk