Igreja Evangélica de João Pinheiro arrecada 150 cestas básicas para doação às famílias carentes do município

Iniciativa foi reproduzida em todo o estado através do Conselho Estadual de Pastores da Igreja Quadrangular

A Igreja do Evangelho Quadrangular de João Pinheiro arrecadou 150 cestas básicas que serão destinadas às famílias carentes do município. A iniciativa surgiu através do Conselho Estadual de Pastores da Igreja Quadrangular de Minas Gerais em razão da crise financeira do país em razão da pandemia.

O JP Agora entrevistou a pastora Eunice Dias, que nos contou que o projeto iniciou-se entre os membros da igreja e ganhou maiores proporções após a divulgação da campanha nas redes sociais.

“Iniciamos com a própria membresia da igreja e demos início à campanha com 50 cestas doadas pelos próprios membros. A partir daí, começamos a divulgar nas redes sociais, nos contatos com amigos e também uma equipe de voluntários da Igreja saíram em equipe pela cidade. Fiquei impactada com a generosidade do povo pinheirense. Aproveito para agradecer a todos” contou a pastora, satisfeita com o resultado final do projeto.

Eunice Dias é pastora formada pelo Instituto Teológico Quadrangular desde 2011. Em sua trajetória, a mulher já pastoreou em João Pinheiro de 2010 a 2011, em Unaí em 2012, Brasilândia de 2013 a 2015 e, recentemente, novamente em João Pinheiro, de 2017 até o presente momento. A Igreja do Evangelho Quadrangular existe em João Pinheiro desde 1999.

Ao final da entrevista, a pastora deixou uma mensagem de fé para os leitores do JP Agora.

“Acredito que esse momento que o mundo passa é o momento propício para todos reconhecerem que o controle de todas as coisas está nas mãos de Deus. Que devemos aproveitar para fazermos uma introspecção e pautar as prioridades que devemos ter em nossas vidas. Que somos todos iguais perante Deus e entender de uma vez por todas qual o propósito da nossa vida, que é seguirmos os ensinamentos deixados por Jesus.”

3 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
ÓTIMO
11 meses atrás

Blz ÓTIMA NOTICIA

Miguel
11 meses atrás

parabéns

Rebeca
11 meses atrás

Que sirva de exemplo para mais instituições religiosas

Artigos relacionados

Últimas Notícias