Publicidade
Tratamento com as melhores condições - OdontoCompany João Pinheiro
Publicidade
InícioCidadeJoão Pinheiro registra saldo positivo de empregos pela primeira vez no ano;...

João Pinheiro registra saldo positivo de empregos pela primeira vez no ano; Brasil criou mais de 196 mil

Dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados)

Publicado em

Pela primeira vez em 2022, a cidade de João Pinheiro registrou saldo positivo de empregos, segundo os últimos dados atualizados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. O cenário nacional como um todo segue em constante alta e mais de 196 mil novos registros formais foram criados em abril.

Publicidade
Faça seu orçamento com a Lubrivaz em João Pinheiro

Abril deste ano registrou aumento significativo na geração de emprego em relação ao mesmo mês de 2021, quando foram abertos 89,5 mil empregos. Segundo o secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Previdência, Bruno Dalcolmo, em abril do ano passado, o país passava por um pico de Covid-19.

Em João Pinheiro, em abril, houve saldo positivo de vagas em dois dos cinco setores mapeados. O setor de agropecuária foi o que mais registrou novas vagas em abril, foram 274 postos abertos, mas foi o que mais desligou também, com 343 desligamentos. Em seguida vem a indústria com 227 admissões e 70 desligamentos, serviços com 180 admitidos e 139 desligados e comércio com 99 e 117. O grupamento da construção também registrou 47 admissões e 62 desligamentos.

Publicidade
Revisão de motocicleta Dione Motos em João Pinheiro

O saldo positivo foi registrado em 25 estados. Os estados de São Paulo (53.818 postos), Rio de Janeiro (22.403) e Minas Gerais (20.059) foram os que mais criaram empregos no mês passado.

Já entre as regiões, a liderança é do Sudeste, com 101.279 vagas em abril, seguida pelo Nordeste (29.813), Centro-Oeste (25.598), Sul (25.102 postos) e Norte (12.023 vagas).

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

Acumulado

No acumulado do ano, de janeiro a abril de 2022, o país já atingiu a marca de 770.593 empregos formais, contra 894.664 no mesmo período de 2021. A maioria dos empregos gerados neste ano foi no setor de serviços. Foram 534.523 contratações nessa área no período analisado. Depois vem a indústria (127.788), a construção civil (119.923) e a agropecuária (23.009).

Do total de vagas criadas neste ano, 25.619 são trabalhos intermitentes (serviços de forma esporádica) e 19.906 são trabalhos parciais (jornada reduzida).

Publicidade

Até o mês de abril, o Brasil contava com 41.448.948 registros em carteira, o chamado estoque mensal de emprego formal, um dos maiores da série histórica, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Patrão do prefeito Cidadão
2 meses atrás

Essa conta aí de admissões e desligamentos. O saldo de admissão não e bom não. João Pinheiro e o maior Município de Minas Gerais é não tem uma indústria que emprega sua população por muito tempo. Acorda João Pinheiro. Precisamos de Indústria. Urgente!! Aqui em João Pinheiro só tem emprego para família do prefeito e amante dos empresários. Pode observar os empregos de cabide. Deus tá vendo…

Larissa
2 meses atrás

cafés os empregos ninguém achar

Publicidade
LULA MOLUSCO
2 meses atrás

PETISTA AGORA TA TENDO QUE TRABALHAR !!!!!!!
A MAMATA ACABOU

Verdade dolorida
2 meses atrás
Resposta para  LULA MOLUSCO

Correram tudo. Não pode falar essa palavra.
Fala revolta, piquete, protesto e inveja que eles voltam.

mais artigos