InícioCidadeJovem é encontrado morto ajoelhado e sobre brasas acesas em Paracatu; suspeito...

Jovem é encontrado morto ajoelhado e sobre brasas acesas em Paracatu; suspeito foi identificado e tem passagens

Lucas Santos Alves, 22 anos, estava envolvido com atividades criminosas e foi morto após receber ameaças; Polícia já tem um suspeito que está foragido

Publicado em

Na madrugada desta quarta-feira, 4 de outubro, o bairro Projeto XXI, em Paracatu, Noroeste de Minas Gerais, foi palco de um crime enigmático. Lucas Santos Alves, 22 anos, foi encontrado morto com um tiro na nuca, ajoelhado e sobre brasas acesas na rua onde residia. A Polícia Militar (PM) já identificou um suspeito do crime, que se encontra foragido.

Relatos apontam que Lucas vinha recebendo constantes ameaças de morte de outro jovem, de mesma idade, morador da mesma localidade. Segundo a mãe da vítima, a última ameaça foi realizada dois dias antes do homicídio, na segunda-feira, 2 de novembro. Uma testemunha, no entanto, mencionou ter ouvido apenas dois disparos no momento do crime. Já a mãe de Lucas, afirmou ter escutado um terceiro disparo.

Ao ser encontrado pelos militares, o corpo de Lucas estava em posição que sugerisse que ele estivesse ajoelhado, caindo após os disparos. O que chama ainda mais a atenção é o fato de o corpo estar sobre brasas acesas.

Os registros policiais indicam que Lucas tinha ligação com o tráfico de drogas e acumulava diversas passagens pela polícia, que incluem porte e posse ilegal de armas, roubos, furtos e ameaças. O suspeito, cuja identidade não foi divulgada, também tem um histórico criminal extenso, com registros de disparo de arma de fogo, tráfico de drogas, ameaças, desacato e danos ao patrimônio.

O crime permanece um mistério e sua motivação ainda está sendo investigada pela Polícia. Enquanto isso, o suspeito principal do assassinato de Lucas Santos Alves continua foragido. A Polícia Militar segue com as buscas e investigações para esclarecer o caso.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Joãozinho
8 meses atrás

Msm esse daí não incomodando mais ninguém, eu fico sem entender como os indivíduos com essas tais extensas fichas criminais estão de boa aí na rua, fazendo as merdas de sempre, como pode isso🤦🏻‍♂️