Publicidade
Chegou seu momento - Faculdade Cidade de João Pinheiro
Publicidade
InícioPoliciaisJovem que acertou machadada na cabeça de homem nas Lages é condenado...

Jovem que acertou machadada na cabeça de homem nas Lages é condenado por lesão corporal em João Pinheiro

Rafael Palma Soares foi denunciado por tentativa de homicídio, mas defesa conseguiu a desclassificação para lesão corporal

Publicado em

Aconteceu ontem, terça-feira 22 de março, a sessão de julgamento no Tribunal do Júri do jovem Rafael Palma Soares, que era acusado de tentar matar um homem com uma machadada na cabeça na Vila São Sebastião, em João Pinheiro. O crime aconteceu em maio de 2021 e, à época, o rapaz e testemunhas afirmaram que a vítima teria passado as mãos nas partes íntimas da namorada dele. Após manifestação da defesa, a tentativa foi desclassificada e Rafael foi condenado por lesão corporal.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

Em breve entrevista concedida ao JP Agora, as advogadas de defesa de Rafael que representaram no Tribunal do Júri, Dras. Sulamita Couto e Deborah Rutkowski Dias Martins, contaram que a tese da defesa era a desclassificação para lesão corporal, sustentada no fato de que o jovem não agiu com a intenção de matar a vítima. Rafael foi também representado pelo advogado Dr. Eugênio Uchôa durante a instrução processual.

“A lesão causada por Rafael na vítima foi em virtude de uma briga pelo fato da vítima ter passado as mãos nas partes íntimas da namorada do Rafael, sendo que ela estava bêbada no momento da confusão” explicaram as advogadas.

Publicidade
Banho e tosa para seu Pet - POP Pet Center João Pinheiro

Assim, depois de sete horas de julgamento, o conselho de sentença votou pela desclassificação do crime para lesão corporal. O magistrado condenou Rafael em 2 anos de reclusão. Como o jovem aguardou preso pelo julgamento, permanecendo 9 meses e 24 dias recluso, o juiz fixou o regime inicial aberto e Rafael saiu do presídio ainda ontem, por volta das 20 horas.

Relembre o caso

Uma briga entre um jovem de 19 anos e um homem de 37 por pouco não terminou em morte no início da noite d último sábado, 29 de maio de 2020, no distrito Vila São Sebastião, em João Pinheiro – MG. Depois de discutirem, o jovem se apoderou de um machado e acertou um golpe na cabeça do desafeto. A Via 040 socorreu a vítima e o autor foi preso.

Publicidade

Foi apurado pelo JP Agora que o caso aconteceu por volta das 19:40 horas. Inicialmente, a polícia recebeu informações apontando para a ocorrência de um homicídio. Já no local, constataram que a vítima não havia morrido. A agressão com um golpe de machado aconteceu dentro de um bar.

O proprietário do estabelecimento contou para os policiais que a vítima, de 37 anos, estava sentada no meio fio próximo à casa do jovem de 19 anos quando a discussão se iniciou. Ainda de acordo com o relato do dono do bar, o jovem pegou um cabo de vassoura e começou a agredir o homem, que pegou uma barra de ferro para se defender.

Publicidade

Neste momento, o jovem entrou dentro de sua residência, se apoderou de um machado e correu atrás da vítima. O homem conseguiu correr para dentro do bar, onde foi alcançado pelo jovem, que lhe acertou um golpe de machado na cabeça. Depois do golpe, o rapaz fugiu do local.

Jovem preso contou que homem passou a mão nas partes íntimas de sua namorada

De acordo com o portal de notícias Sputnik Voz do Povo, o autor foi identificado como Rafael. Ele relatou que estava em casa bebendo cerveja com a namorada quando o Adelmo se aproximou e ofereceu três latas de cerveja para ela. A mulher, então, apontou que era comprometida.

Publicidade

Em um dado momento, Rafael foi até o interior da residência e ouviu a tia de sua namorada gritando por ajuda porque Adelmo teria passado a mão nas partes íntimas da jovem. Neste momento, ele pegou um cabo de vassoura, foi tirar satisfação com o homem e os dois começaram a brigar.

Ainda de acordo com as informações levantadas pelo Sputnik, Rafael disse que Adelmo correu para o bar, momento em que ele se apoderou de um machado e foi atrás, acertando-o na cabeça próximo a uma mesa de sinuca. A tia e a namorada confirmaram a versão de Rafael.

Publicidade

Adelmo foi socorrido pela Via 040 em estado grave e precisou ser transferido para Patos de Minas. Rafael foi preso e o machado foi apreendido.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
5 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Maria do carmo
8 meses atrás

Júri de João Pinheiro não condena ninguém. Terra voltou a ser sem lei. Acorda…

Irônico
8 meses atrás

Talvez a seleção de pessoas para o júri deveria ser revista. Se o cara atinge o outro com um machado na cabeça e não é tentativa de homicídio, daqui uns dias isso se torna comum na sociedade. Ou estão alienados ou são parciais no julgamento. A vítima foi errada de tocar a namorada do outro, mas é proporcional ao agravo um ataque de machado? 🤦🏻‍♂️

Publicidade
Brasileiro
8 meses atrás

Eu também concordo nós últimos julgamentos percebo que o corpo de Jurado precisa ser mais firme para condenar os réus! Tem casos que tudo bem! Mais todos nós sabemos que se não punir os réus de acordo com as leis brasileiras a tendência da criminalidade principalmente homicídios é de aumentar! 🙄☹️☹️

João
8 meses atrás

O detalhe é que a vítima morreu depois do fato. SIMPLESMENTE ABSURDO… A VIDA DE UM CACHORRO VALE MAIS QUE SER HUMANO.

Publicidade
Emc²
8 meses atrás

Embora nao concorde com a decisão do juri temos que elogiar as advogadas! Mas o juri deveria ser mais firme!!!!!!

mais artigos