Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioDestaqueJovem que participou de homicídio ligado a guerra do tráfico em João...

Jovem que participou de homicídio ligado a guerra do tráfico em João Pinheiro é condenado a 20 anos de prisão

Iverson Rodrigues Ferreira confessou a autoria do crime desde o início da investigação

Publicado em

O Tribunal do Júri da cidade de João Pinheiro julgou e condenou o jovem Iverson Rodrigues Ferreira nesta quarta-feira, 26 de outubro de 2022, pelo assassinato de Pedro Cesar, mais conhecido como Pedrinho, ocorrido em maio de 2021. Réu confesso, Iverson recebeu pena de 20 anos de prisão em regime inicial fechado.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

Na época dos fatos, Pedro César, 28 anos, foi morto com um tiro no peito na noite do dia 22 de maio de 2021 na Rua Jesuíno Costa Carvalho, no Bairro Água Limpa, em João Pinheiro. Na ação criminosa, uma mulher de 58 anos também foi atingida por um disparo de arma de fogo na mandíbula e ficou gravemente ferida.

Pedrinho chegou a ser socorrido em estado grave, mas não resistiu. Segundo apurado pelo JP Agora à época dos fatos, a equipe médica tentou procedimentos de reanimação por mais de 40 minutos, porém sem sucesso.

Publicidade
Life Center João Pinheiro

O réu, foi preso no dia seguinte, ele confessou que participou do assassinato. Na época da prisão os policiais encontraram a chave do veículo VW Gol usado no crime, o qual havia sido roubado em Lagoa Grande no início do mês de maio e foi encontrado na noite do crime abandonado na BR-040.

Local onde jovem foi baleado
Local onde jovem foi baleado – Foto: JP Agora

Iverson foi julgado, também, pela tentativa de homicídio da mãe da vítima, a senhora Ana Maria Braga. Ela estava na calçada e foi atingida pelos disparos de arma de fogo. Por sorte, a mulher sobreviveu. Depois de horas de debates e ouvidas todas as testemunhas, os jurados entenderam pela condenação de Iverson pelo homicídio de Pedrinho e pela tentativa de homicídio de sua mãe.

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

A reportagem do JP Agora apurou que, para a tentativa de homicídio, o juízo aplicou a pena mínima legal. Já sobre o homicídio, a defesa de Iverson, patrocinada pelo advogado Dr. Almir, sustentou que o rapaz foi influenciado a participar do crime e defendeu que a dosagem da pena deveria considerar que ele tinha apenas 20 anos de idade à época do crime, assim como a confissão. O Advogado também defendeu que Iverson não efetuou os disparos e que apenas estava no veículo.

Diante dos argumentos, restou então reconhecida as atenuantes da idade inferior a 21 anos e da confissão espontânea. No entanto, também foi reconhecida a agravante da utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, fixando-se, ao final, a pena em 20 anos de reclusão em regime inicial fechado.

Publicidade

Iverson seguiu preso preventivamente desde à época do crime e o período será descontado da pena fixada. Sua defesa manifestou interesse em recorrer.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Laia
1 mês atrás

Matou Bandido e pega tantos anos de cadeia assim deveria ser liberado

Pinheirense
1 mês atrás

Essa juventude que parte para essa vida do crime, só tem 2 caminhos, cadeia ou cemitério. Esse aí ainda foi para a cadeia. Daqui uns anos sai. Agora o que eles matou não sai do cemitério nunca mais.

Publicidade
Dona Onça.
1 mês atrás

Sai rapinho. Olha a família Morreira

Ata
30 dias atrás

Doninha nós comentários matou porque?por nada…
Primeiro que não foi ele que matou segundo quem matou tinha que ter matado o resto todo porque não matou nem um santo bandidinho do Caraí foi tarde

Publicidade
Os santinhos
29 dias atrás

Rayra Alves defendendo o Pedrinho por parentesco si não fosse tava exculaxando ele tbm Ivison não conheço n mais errou em levar p matar erradissimo claro agora vim defender um cara que tbm já matou pai de família aí e foda quer dizer Rayra que o Pedrinho sempre esteve certo quando matou outros pai de família ele podia morre não os outros sim kkkkkk que bosta q vc tem na cabeça A tem que defender mesmo bandido tem que defender bandido vc tbm não é santa né não fica pra trás aliás tds né vc sabe do que tds nos… Leia mais »

Obra prima do satanás
1 mês atrás

Sua cova Jah tah feita iverson vai pagar do msm jeito pilantra do Caraí

Os santinhos
29 dias atrás
Resposta para  Obra prima do satanás

Si fosse homem não era fugitivo da justiça n tava no DF na fazenda achando que tá escondendo seu parça já entregou muita coisa kkkkkk

Publicidade

mais artigos