InícioCidadeMãe implora por transferência de recém-nascido com problema cardíaco raro; "Não vou...

Mãe implora por transferência de recém-nascido com problema cardíaco raro; “Não vou suportar perder mais um filho”

Oliver Alves dos Santos nasceu no dia 05 de junho e precisa ser transferido para uma UTI neonatal urgente

Publicado em

Uma mãe pinheirense de 25 anos entrou em contato com o JP Agora nesta quinta-feira, 13 de junho, para pedir ajuda. Desesperada, Katly Alves dos Santos deu à luz ao pequeno Oliver Alves dos Santos no dia 05 de junho e, desde então, ele vem lutando para sobreviver. O recém-nascido já aguarda, no SUS Fácil, por uma vaga em UTI neonatal.

Segundo informado pela mãe, o filho apresentou enfermidades assim que nasceu, mas a mais preocupante é a que se relaciona ao sistema cardiorrespiratório. Em razão disso, a equipe médica do Hospital Municipal abriu solicitação de transferência imediata no sistema do SUS Fácil e, desde então, o pequeno pinheirense aguarda por uma vaga para em UTI neonatal.

O JP Agora apurou, ainda, que a cidade de Patos de Minas não conta, atualmente, com cirurgião pediátrico, motivo pelo qual o pedido foi endereçado para a Macroregional de Belo Horizonte. A solicitação tramita no sistema SUS Fácil desde o dia do nascimento de Oliver e, até então, a vaga ainda não saiu.

“Meu filho foi diagnosticado com um problema grave no coraçãozinho e precisa ser urgentemente transferido. Eu peço ajuda com a divulgação para alcançar o máximo de pessoas possível e conseguir essa vaga. Eu não vou suportar perder mais um filho, me ajuda por favor!”, disse aos prantos a mãe do pequeno Oliver, Katly.

Katly pede ajuda às autoridades que possam intervir no caso para que a transferência saia o quanto antes. A mãe também solicita orações de todos os que puderem rezar por seu filho. O JP Agora espera poder ajudar com o alcance da página. Oliver, estamos na torcida, pequeno conterrâneo.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


5 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Independente
1 mês atrás

Olha prefeito Edinho deveria sentir vergonha em uma situação como essa. Em vez de trazer esses cantores que estão levando uma bolada do município,invista esse recurso na hemodiálise ou uma UTI neonatal, para de fazer política suja pra tentar eleger esse tal de Pedro Gil, esses shows milionários e uma tentativa de empurrar guela abaixo esse seu candidato Pedro Gil e consequentemente vc e sua corja continuarem garrados na teta da prefeitura!Nunca vi um discurso tão mentiroso como o seu “nosso governo é cuidar de gente”,onde está fazendo toda doença tem que ir pra fora do município.Como te disse vc… Leia mais »

Falo mesmo
1 mês atrás
Resposta para  Independente

Sem falar nessa tal de GIGI que é diretora do hospital e não tem competência essa mulher a vida toda mamando na prefeitura uma falta de educação sem estrutura nenhuma para lidar com as pessoas misericórdia vamos ver se conseguimos alguém que realmente pense na gente e não olhe só pra dinheiro da prefeitura

Verdadeiro
1 mês atrás

Enquanto isso o prefeito gasta mais de 1 milhão nas atrações da festa! Lamentável!

Ndmais
1 mês atrás
Resposta para  Verdadeiro

O Pior que vai tanta gente nessa festa. A população também tinha que ter vergonha na cara. Se não fosse ninguém aí sim o povo tinha voz para essa vergonha toda

JUAN PABLO MONTOIA
1 mês atrás
Resposta para  Verdadeiro

Mas o povo gosta e de festa né