InícioCidadeMãe reclama de atendimento do PSF de JK depois que equipe médica...

Mãe reclama de atendimento do PSF de JK depois que equipe médica se recusou a atender seu filho infectado com dengue

Segundo informado, a equipe do PSF informou que só iria atender o garoto se ele estivesse com febre

Publicado em

Uma mãe moradora do distrito de Luizlândia do Oeste entrou em contato com a reportagem do JP Agora na última quarta-feira, 22 de março, para reclamar do serviço prestado pela equipe médica do PSF daquele local, que, segundo ela, recusou atendimento a seu filho porque ele não estava com febre. O garoto vem sofrendo há dias com sintomas de dengue e a mulher esperava pela consulta para saber a gravidade da situação.

Segundo relatado à redação do site pela mulher, de 30 anos, o garoto vem apresentando sintomas da dengue há semanas e, até então, ela vem o tratando em casa com dipirona. Contudo, a pinheirense observou que os sintomas estavam persistindo, principalmente as manchas no corpo e dor nas juntas, e, preocupada com a situação das plaquetas do filho, ela resolveu levá-lo para uma consulta.

A mãe contou que não tinha consulta marcada e que considerava o atendimento essencial, o que a deixou chocada quando descobriu que o filho, de apenas 11 anos, somente seria atendido se estivesse com febre. Preocupada, ela não sabe o que fazer.

“Me informaram que só iriam atender se ele estivesse com febre. Começaram a fazer a triagem dele e eu falei que podia parar porque eu já estou dando Dipirona em casa e não ia acusar febre. Fui no PSF e voltei para casa sem resolver nada. Ele está perdendo aula, como vou justificar se não quiseram atender ele, para passar um atestado, para passar um pedido de exame para ver as plaquetas dele. Se não estiver com febre ninguém vai ser atendido” disse a mulher, que preferiu manter o anonimato.

A moradora do distrito ressaltou, ainda, que a dengue tomou conta de Luizlândia do Oeste de uma maneira jamais vista, o que a preocupa ainda mais.

“Aqui tem muito caso, é raro não ver uma pessoa que está com dengue. Eu me sinto decepcionada, a gente procura recurso e não pode ter o atendimento. Para onde eu tenho que ir? Ainda mais que é para o filho da gente. Um descaso total” finalizou. O JP Agora entrou em contato com o Secretário de Saúde, mas ele não nos respondeu até o fechamento da reportagem.

João Pinheiro teve aumento de 45% de casos de dengue em uma semana

A cidade de João Pinheiro sofreu um aumento de 45% no número de casos de dengue na última semana, segundo dados oficiais divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde.

Até o dia 14 de março, a cidade pinheirense contava com 604 casos já confirmados e outros 606 casos prováveis. Cinco dias depois, o número pulou para 876 confirmados e 882 prováveis, resultando no aumento de 45%.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
GALO DOIDO
11 meses atrás

de novo outro mau atendimento, PREFEITO AJUDA O POVO DE LA