Mulher cai no golpe do falso empréstimo e perde mais de R$ 1.700 em Brasilândia de Minas

Ela efetuou dois depósitos até perceber que se tratava de um golpe

Uma mulher de 26 anos foi vítima de estelionato na tarde de terça-feira (19) em Brasilândia de Minas. Ela recebeu uma mensagem no WhatsApp dizendo que havia uma linha de crédito disponibilizado a ela no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), mas que para ter acesso ao dinheiro, deveria pagar duas parcelas antecipadamente.

A mulher contou para os policiais que a pessoa que ofereceu o crédito se passou pela empresa BV Financeira. A proposta interessou a vítima e o estelionatário pediu a antecipação de duas parcelas no valor de R$ 296,50 (duzentos e noventa e seis reais e cinquenta centavos). Mesmo assim, o crédito não foi liberado. O estelionatário, então, disse que havia algumas pendências no nome da vítima e que seu score estava baixo e que, por isso, seria necessário o depósito de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) para aumentar o score.

Novamente a mulher fez o depósito de R$ 1.500. O estelionatário disse que o valor do empréstimo seria disponibilizado poucas horas depois e que os R$ 1.500 seriam acrescentados ao empréstimo. Contudo, horas se passaram e a vítima não recebeu o empréstimo.

Ao entrar em contato novamente com o número do estelionatário que lhe ofereceu o empréstimo, ele disse que havia uma pendência na Receita Federal no nome da vítima, e que só conseguiria liberar o “empréstimo” se a vítima quitasse a pendencia no valor de R$ 1.500.

Visto isso, a mulher percebeu que caiu em um golpe e procurou a Polícia Militar para registrar a ocorrência. Segunda mulher o primeiro depósito de R$ 296,50 foi feito para o indivíduo de nome Gustavo Melo com a agência 3289, operação 013, conta 32019- 9.

Já o depósito de R$ 1.500 foi feito para outra conta poupança para uma pessoa com o nome de Jéssica Rodrigues, agência 4159, operação 013 conta 19595-0, todas da Caixa Econômica Federal.

5 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


5 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Irônico
2 anos atrás

Pediu dinheiro antecipadamente desconfie! TD estelionatário usa essa estratégia! Peça o número do CPF da pessoa q está oferecendo e consulte p ver se ela é, quem diz ser. Na maioria das vezes, eles se negam e já é possível flagar a tentativa do crime.

Pinheirense
2 anos atrás

Maldade

Observador.
2 anos atrás

Ave Maria ainda tem gente que cai numa armadilha dessa eu nao resolvo nada por telefone

Revoltado
2 anos atrás

Ninguém te liga pra oferecer dinheiro, a não ser ladrão

Zé Povim
2 anos atrás

Chapéu de trouxa é matula de malandro!

Artigos relacionados

Últimas Notícias