Mulher se nega a fazer programa sexual e homem de 51 anos a esfaqueia em Lagamar

A mulher conseguiu pedir ajuda e foi encaminhada para o hospital

Uma mulher de 33 anos foi esfaqueada por um homem na madrugada desta quarta-feira (23). Ela foi convidada para ir à casa do homem de 51 anos e ele teria oferecido dinheiro para a mulher fazer sexo com ele. Com a negativa dela, o homem não se conformou e desferiu cerca de 4 golpes de faca nela. A mulher conseguiu pedir ajuda e foi encaminhada para o hospital.

O fato aconteceu por volta de 02h35, na Rua Lindolfo Alves, no bairro Brasil. De acordo com a Polícia Militar, o homem de 51 anos, identificado como Antônio Damásio dos Reis, teria convidado a vítima de 33 anos para ir até a casa dele. Quando ela chegou lá, o homem teria proposto um programa sexual com ela. A mulher por sua vez, negou a fazer o programa e então o homem teria dito que ela não sairia viva de lá.

Diante disso, ele se apossou de uma faca e desferiu quatro golpes na vítima. Posteriormente, a mulher conseguiu fugir do local e pediu ajuda em residências vizinhas. A Polícia Militar foi acionada e testemunhas ligaram para uma ambulância realizar os primeiros socorros à vítima. Segundo os militares, a mulher foi encaminhada para o Pronto Socorro Municipal e posteriormente transferida para o Hospital Regional em Patos de Minas.

A guarnição policial foi até a casa do suspeito e encontraram o acusado. Antônio negou que tenha praticado a tentativa de homicídio, mas a versão dele não convenceu os militares. A equipe policial encontrou a faca utilizada e relataram que ela ainda estava molhada pois o suspeito havia acabado de lavá-la. Ainda foi encontrada uma camisa com resquícios de sangue. Foi verificado sangue, provavelmente da vítima, no chão da casa e na porta.

O homem recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado para a delegacia juntamente com a faca que deverá passar por perícia. A vítima de 33 anos segue internada no Hospital Regional e não corre risco de morte.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias