Patos de Minas registra quase 200 casos de Covid-19 e todas as UTIs públicas estão ocupadas

Mais de 100 pacientes continuam internados na cidade

A situação da pandemia de coronavírus em Patos de Minas continua muito preocupante. No fim de semana, foram registrados mais 192 casos de Covid-19, o maior número já divulgado de uma só vez. E a rede hospitalar continua trabalhando em nível de saturação. Todas as UTIs públicas estão ocupadas.

De acordo com o boletim municipal, a Capital do Milho tem agora 6325 casos confirmados de coronavírus, sendo que, na última sexta-feira (05), eram 6133. Do total, 107 perderam a vida, diversos continuam internados e centenas estão se recuperando da doença em casa.

Foram 5231 curados em Patos de Minas, um percentual de 82,71%. Nesta segunda-feira (08), não foi possível colher dados de alguns hospitais particulares, no entanto, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Patos de Minas todos os leitos de UTI do Hospital de Campanha e do Hospital Regional estão ocupados.

Publicidade
Supermercado Líder - Corrida Premiada

O Portal de Notícia Patos Hoje mostrou que outro dado preocupante é o da taxa de positividade. O percentual subiu de 30% para 50% a 60%, o que significa que a cada dois testes, pelo menos um é positivo. O Prefeito Luís Eduardo Falcão decidiu tomar uma medida ainda mais rígida. Será proibida a venda de bebidas alcoólicas na cidade a partir de quinta-feira (11), das 18h00 às 5h00.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Capitão do exército
11 meses atrás

Cadê o cara p falar que a culpa é do grampao…

Artigos relacionados

Últimas Notícias