17.6 C
João Pinheiro
sexta-feira, julho 30, 2021

PM prende suspeito de matar Mateuzinho com mais de 10 tiros no Bairro Cais em João Pinheiro

Denúncias anônimas apontaram três possíveis suspeitos; um deles foi localizado pela Polícia Militar

A Polícia Militar prendeu um homem de 29 anos por suspeita de ser o autor do homicídio de Matheus Henrique dos Santos de Assis um dia depois do crime. Levado até a Delegacia, ele foi solto em razão da inexistência de flagrância e falta de provas. Outros dois homens foram apontados como autores pelo denunciante, mas não foram encontrados pela Polícia Militar no dia posterior à execução de Mateuzinho.

De acordo com as informações levantadas pela equipe de reportagem do JP Agora, os policiais receberam denúncias anônimas enquanto realizavam diligências pelo bairro para descobrir quem seriam os possíveis autores. Aldemir de Oliveira Franco Filho, 29 anos, foi um dos autores apontados. “Tchola”, como é popularmente conhecido, seria quem descarregou as duas armas de fogo na vítima, totalizando mais de dez tiros. Ele portava a primeira arma e, depois de descarregá-la, tomou a arma do seu comparsa, se aproximou de Mateuzinho e efetuou mais disparos, segundo as informações anônimas apresentadas.

O nome do possível comparsa e de um terceiro suspeito não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. O terceiro suspeito estaria no bar monitorando Mateuzinho até a chegada dos outros dois, segundo as denúncias anônimas recebidas pela PM. De posse das informações, os policiais encontraram Ademir em sua residência. A princípio, ele disse que não saiu de casa no dia do crime, mas depois entrou em contradição e afirmou que passou com um veículo VW Gol, de cor branca, por alguns policiais militares na Rua Emílio Lopes Cansado e não obedeceu a ordem de parada.

Ademir também calça o número 44, o mesmo tamanho dos chinelos encontrados na cena do crime. Ele recebeu voz de prisão e logo em seguida foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil, acompanhado do seu advogado Célio Cesar de Moura Couto. O delegado liberou o suspeito por não haver flagrante a justificar a prisão.

Morto no dia do seu aniversário

O jovem Mateus Henrique Santos de Assis, 19 anos, executado na madrugada do último domingo (18) no Bairro Cais estava comemorando o seu aniversário na noite em que foi morto e foi até o Bairro Cais, onde supostamente estaria proibido de frequentar, para se encontrar com uma adolescente, quando então os autores o encontraram e atiraram várias vezes para matá-lo. É o que apontam as primeiras investigações da Polícia Militar.

Assim que o corpo de Mateuzinho, como Mateus Henrique Santos de Assis era conhecido, foi encontrado, os policiais iniciaram as diligências para encontrar os autores do crime. Durante os primeiros trabalhos do dia, as câmeras de vigilância de algumas residências foram investigadas, mas nenhuma imagem do crime foi descoberta. Mais tarde, os policiais identificaram o indivíduo que deu carona à vítima até o Bairro Cais.
Tratava-se de um primo da vítima, segundo informações exclusivas apuradas pela equipe de reportagem do JP Agora. Este primo, que foi qualificado como testemunha, disse para a polícia que estava com Mateuzinho na noite de sábado comemorando o aniversário dele e que foram a uma festa por volta das 20:30 horas e retornaram por volta das 22:00 horas.

Depois, a vítima solicitou que o primo o levasse à residência de uma adolescente que ele estaria ficando e ele aceitou, dando a carona até o entroncamento da Rua Emílio Lopes com a Rua Manoel Vasconcelos, exatamente na divisa da Água Limpa com o Cais. Depois disso, segundo a versão apresentada pelo primo, ele não teve mais notícias da vítima e ficou sabendo do crime por volta das 02 horas por parentes.

Seguindo com as diligências, os policiais conversaram com algumas pessoas que informaram ter visto a vítima na companhia de uma adolescente em um bar próximo ao local do homicídio e que, passados alguns minutos, ouviram cerca de quatro disparos, visualizando, logo em seguida, o corpo da vítima já caído no chão. Dois homens participaram da execução, segundo as informações prelimiares colhidas ainda no domingo. Um deles, se aproximou de Mateuzinho, que já estava caído, e efetuou mais 03 disparos.

Ainda durante os trabalhos pelo bairro com o intuito de identificar a adolescente que acompanhava a vítima momentos antes do crime, os policiais receberam a informação de que ela estava no quartel, acompanhada de sua mãe, e que queria prestar esclarecimentos. Para a PM, a adolescente contou que estava ficando com Mateus e que recebeu uma mensagem dele por volta das 22:30 horas dizendo para os dois se encontrarem. Então, ela saiu de casa, o encontrou e os dois se sentaram em um banco próximo à residência dela, onde ficaram fumando maconha por algumas horas. Mateusinho foi até um bar próximo dali acender o cigarro algumas vezes, ainda de acordo com a versão da menor.

A adolescente seguiu contando que, por volta das 23:00 horas, avistou uma briga generalizada em uma lanchonete próximo ao local onde estava com a vítima. Neste momento, um dos envolvidos nessa briga passou e encarou Mateus. O JP Agora apurou, ainda, que logo em seguida, dois indivíduos saíram de uma grota e foram até a área do bar, cerca de 20 metros do banco onde estava o casal. Instantes depois, os primeiros disparos de arma de fogo foram ouvidos e Mateus caiu no chão. Depois, um dos autores se aproximou e efetuou mais disparos à queima roupa para executar a vítima.

Depois do crime, a adolescente correu para casa. A equipe de reportagem apurou, por fim, que os autores ainda não foram identificados. O caso seguirá para a Polícia Civil para ser investigado. Mateuzinho possuía envolvimento com o tráfico de drogas e, além disso, existe a suspeita de que o crime foi motivado por vingança, já que, no ano de 2020, ele agrediu um homem morador do Bairro Cais e, desde então, estava proibido de visitar a região.

37 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


37 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Justiceiro
10 dias atrás

Kkkk preso é quem morre kkkkkkk polícia enchugando gelo.

O capeta que saiu do inferno pra comentar
9 dias atrás

Queremos justiça🤝🏽😭JUSTIÇA JUSTIÇA🤝🏽

Cidadão x
9 dias atrás

Os mano se matando,isso que o sistema quer

Povo de bem
9 dias atrás

Nos como cidadão de bem temos sim que dar apoio para nossa Polícia. Temos que denunciar todos esses marginais. Bandido só faz mal para o povo de bem. Parabéns Polícia Militar e civil.

Zé mane
10 dias atrás

Lembrei de um filme “Advogado do Diabo “ !!!

A guerra voltou?
10 dias atrás

Será que não tem envolvimento com os outros assassinatos pois o tchola era colado com o Galego, e o Matheus era da galera do brancão que ficava lá no Braguinha. Se for
Brancão 2×1 galego.

Cidadão x
9 dias atrás
Resposta para  A guerra voltou?

Comó galego 1,galego 0 coitado já é finado !

paulo fernando
9 dias atrás
Resposta para  Cidadão x

coitado de mim

Sun Tzu
9 dias atrás

E COM ESSA A GALERA DA COHAB DIMINUIU O PLACAR, AGORA TA 2X1, SERÁ QUE BRANCÃOZINHO E MIKAEL VÃO DAR A RESPOSTA? AGUARDEMOS!

Tchola
9 dias atrás

Pra quem falou que ia cobrar, pode vir. Tô pronto pra derrubar mais uns dois.

Xudu
9 dias atrás
Resposta para  Tchola

Tu e um craqueiro safado quebrado ladrão

O capeta que saiu do inferno pra comentar
8 dias atrás
Resposta para  Tchola

Tem e que comer cadeia seu arrombado

Cidadão x
9 dias atrás

Ninguém ganha com isso aí,o que mata hoje vai morre amanhã!

Força tarefa
10 dias atrás

Essa polícia de João Pinheiro não brinca em serviço 👏👏👏👏👏

Já era
10 dias atrás
Resposta para  Força tarefa

Graças a população pq a Polícia não investiga nada

Xudu
9 dias atrás
Resposta para  Força tarefa

Gracas aos fofoqueiro. Pois a cidade esta tomada de traficantes e drogas. Quebrando o estado com tanto despezas em segurança. POLICIA TRABALHAR…

Fernando
9 dias atrás

Aiaiaiai

Uiuiuiui
9 dias atrás

Policia prende e o juiz solta

Dom barzinne
10 dias atrás

Polícia Civil tá um veneno pra investigar!! C tá doido!! Muito bom ver essa eficiência👍

Evaristo Costa Neto
10 dias atrás
Resposta para  Dom barzinne

Parece que foi a Militar

Já era
10 dias atrás
Resposta para  Dom barzinne

Polícia um caralhooo

Xudu
9 dias atrás
Resposta para  Dom barzinne

Kkkkkk vergonha não!!! A populacao sim Parabéns

Tchola
9 dias atrás

Quem falou que ia cobrar, pode vir, tô pronto pra derrubar mais uns dois.

Ttttt
8 dias atrás
Resposta para  Tchola

Então vamo ver si vai derrubar msm seu safado c vai tomar tanto tiro na cara q não vai da neim pra abrir o caixão vai ser di caixão fechado tá pesando q o mlk não tinha família vc vai ver o bagulho em doida queria era arrancar sua cabeça só q não vai da tempo não te qui sair acelerado igual vcs saiu quando mato o mlk seis vai ver

Realidade cruel
9 dias atrás

Para quem ta de chapeo os polisea ta mas do q siemte de tudo e qer ver e disaserto asim mesmo e muimto raro acha 1 que nao se preucupa com o própria pele !!

Realidade cruel
9 dias atrás

Para quem tá de chapéu os polícia estão mais do que ciente Eles querem ver e disaserto asim mesmo É raro achar um que não se preocupa com a própria pele

Cidadão de bem
9 dias atrás

Eita

Última edição 9 dias atrás by Cidadão de bem
Carlos
9 dias atrás

Hukrum

...
9 dias atrás

Tudo errado! Não estou acolhendo ninguém, mas as informações que a polícia passou são outras. Ele foi apenas investigado pelo fato do tamanho da sandália dele e pelas companhias, tanto que tem outros envolvidos. Não existe provas concretas e muito menos indícios que foi ele, espero que a página aprenda a pontuar e não sair colocando foto de pessoas que não tem nada haver. O uso indevido de imagem gera processo, e o JP agora sabe disso pq o advogado dele já procurou o site. E pra quem pensa que ele tá preso, não, ele não está.

Martin ADV
9 dias atrás
Resposta para  ...

Subalterno!

No mínimo deve ser parente porque conhecimento sobre leis você não tem! Todo veiculo de imprensa, inclusive as próprias pessoas podem divulgar fotos de pessoas que estão sendo investigadas seguindo a tratativa de suspeito, o que foi feito por esse mero jornal de notícias de João Pinheiro. Então antes de sair vomitando comentários sem nenhum conhecimento procure saber primeiro para não passar vergonha.

...
8 dias atrás
Resposta para  Martin ADV

Pois tenha ctza que eu tenho conhecimento. Na Constituição Federal, artigo 5, inciso X, a lei dispõe que “são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação”.

O CONHECIMENTO TE LIBERTA
8 dias atrás
Resposta para  ...

Oh meu Deus kkkkkkkkkkkk. Vai estudar.

Quando a pessoa é alvo de alguma investigação ou operação policial o jornal e até mesmo a Polícia, através de portaria, pode sim divulgar a foto do cidadão.

Ttttt
9 dias atrás
Resposta para  ...

Qui nada esse tchola é um comédia safado seis pensa q nois não saber q ele levo o diuli la dá coabe pra mata o mlk eles pode é fica ligeiro q o sangue deles vai ser derramado tbm esses bando de safado mosca pra ver q nois tá na bota todo mundo já saber q foi esses comédia si a polícia não pegar primeiro nois vai cata esquisito pode aguarda q nois tá com cede vamo ver si eles é os bichão msm bando de covarde

paulo fernando
9 dias atrás
Resposta para  Ttttt

vamo pra derrubar ele espera e vera certo

Revoltado
9 dias atrás

A população que é culpada, é só não usar drogas

paulo fernando
9 dias atrás
Resposta para  Revoltado

voce nao bebe nao fuma nao tem nenhum vicio

T
8 dias atrás
Resposta para  paulo fernando

.

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias