Prefeitura de João Pinheiro decide não voltar com aulas presenciais no município

A decisão foi tomada em reunião conjunta, com a presença de representantes das escolas, da saúde e do comitê de enfrentamento à Covid-19

As aulas presenciais estão suspensas no Município de João Pinheiro desde os primeiros meses da pandemia do Covid-19. Alunos, pais e professores têm se desdobrado para que o aprendizado seja garantido através das aulas online. Após reunião com representantes da saúde, da educação e da comunidade, a Prefeitura Municipal de João Pinheiro decidiu manter a suspensão das aulas presenciais.

Na reunião, foram expostos os diversos pontos de vista sobre o assunto, e após uma votação, todos optaram por não voltar com as aulas presenciais, posicionamento acolhido pelo Prefeito Edmar Xavier, como medida mais cautelosa.

Foi destacado na reunião o fato de que os mais jovens estão mais resistentes a cumprir os protocolos de prevenção da doença e também que eles lideram o gráfico de novas contaminações no município, além do fato de que o número de casos subiu bastante nos últimos dias.

O Diretor Administrativo da UPA e do Hospital Municipal Osmar Rodrigues manifestou-se contra argumentando que, caso haja um novo aumento significativo, a culpa seria do retorno das aulas. “A volta às aulas tirará toda a culpa das aglomerações em festas e sítios e jogará a responsabilidade nas escolas” apontou.

Bárbara Mendonça, diretora e proprietária do Colégio Darcília Coimbra, posicionou-se a favor da volta às aulas, mas entendeu que ainda não é o momento. “Não perdemos nem um dia de aula sequer. Mas eu vejo a luta dos alunos, dos professores, dos pais, o psicológico e emocional tem sido tão afetado. Estamos seis meses sem aula, todo mundo está muito cansado do isolamento. Contudo, são vidas envolvidas, é a saúde de todo mundo” comentou a diretora em entrevista ao JP Agora.

Portanto, o Município de João Pinheiro seguirá sem retorno das aulas presenciais até segunda ordem. Os presentes na reunião acordaram que, mudando o cenário da pandemia no município, uma nova reunião poderá ser marcada para discutir novamente o assunto.

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Cidadão
1 ano atrás

Os presentes analisaram se algum aluno não está realizando as atividades online por falta de condições?, se sim, vão auxiliar com condições para que os mesmos façam as atividades?, tudo isso tem que ser levado em conta, caso contrário muitos vão ficar para trás enquanto outros continuam estudando.

Fernando Couto
1 ano atrás

A Escola Tranquedo de Almeida Neves dar deixando a desejar muito meus filho não aprendendo nada

Artigos relacionados

Últimas Notícias