InícioCidadePrefeitura de João Pinheiro rescinde contrato com terceirizada que deixou de efetuar...

Prefeitura de João Pinheiro rescinde contrato com terceirizada que deixou de efetuar pagamento de funcionários

Conforme documento oficial da rescisão, a empresa teve várias oportunidades de regularizar a situação, mas não o fez

Publicado em

A Prefeitura de João Pinheiro rescindiu o contrato que possuía com as empresas terceirizadas que deixaram de efetuar o pagamento de funcionários. Segundo apurado pelo JP Agora, o município chegou a dar oportunidade da empresa regularizar a situação, mas ela manteve-se inerte, motivando a rescisão. Agora, o município está providenciando os pagamentos dos funcionários. Entenda.

O JP Agora teve acesso ao termo de rescisão de contrato produzido unilateralmente pela Prefeitura de João Pinheiro, comunicando a empresa acerca da quebra do contrato. Segundo consta no documento, representantes da administração municipal reuniram com um representante da empresa no dia 09 de março e, nesta ocasião, a empresa reconheceu que não pagou os funcionários e se comprometeu a efetuar os pagamentos até o dia 31/03.

Contudo, ainda de acordo com o termo de rescisão, a empresa não cumpriu o avençado e o Controlador Municipal chegou a ir pessoalmente na sede da empresa, em Paracatu, mas não conseguiu encontrar o proprietário. Foi quando, por telefone, um representante da empresa prometeu resolver a situação até o dia 03 deste mês de abril.

Finalmente, no dia 05 de abril, foi oportunizado que a empresa comprovasse os pagamentos, mas ela não o fez. Então, a Prefeitura Municipal de João Pinheiro resolveu rescindir o contrato. Segundo apurado pelo JP Agora, a medida era necessária para que a prefeitura pudesse pagar os funcionários.

É que, com o contrato rescindido, a Prefeitura de João Pinheiro fica autorizada a reter os valores que deveria repassar à empresa. Então, com esses valores retidos, se espera que a administração realize os pagamentos.

O JP Agora apurou, ainda, que a rescisão do contrato é o primeiro passo do processo que vai possibilitar a prefeitura a fazer o pagamento com as quantias retidas. Por isso, não existe um prazo já estipulado para que isso aconteça.

Por fim, apuramos que a prefeitura vem trabalhando para que a situação se resolva o mais rápido possível e, inclusive, está prestando todo apoio necessário para que os funcionários recebam as verbas trabalhistas da empresa. Seguiremos acompanhando o caso de perto.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Helen vaz
10 meses atrás

Essas empresa podem ser do Heli tem que investigar e ver porque o Osmar tá afastado e tá recebendo???
Queremos explicação senhor prefeito dinheiro público e nosso

Júnior
10 meses atrás
Resposta para  Helen vaz

Concordo completamente! Si investigar essa prefeitura perigoso fechar até as portas uma vergonha olha nossas ruas uma vergonha, as farmácias não tem remédios queria pra onde tá indo o dinheiro do nosso impostos que a gente pagar todo ano??? pois o prefeito e vereadores só aprender a cada 4 anos, tinha que ter intervenção do ministério público urgente aí sim a casa ia cair feio.

Tomara que todas funcionários recebam seus pagamentos pois todos seus compromissos

Gilmar Melo
10 meses atrás
Resposta para  Helen vaz

Pra mim essas empresa são do Heli e falando cadê o Heli alguém sabe falar aonde anda ele???

José Roberto Duval Lucio
10 meses atrás

Já aconteceu comigo. Trabalhava para uma prestadora. Ela declarou falência. A empresa que eu trabalhava bloqueou o pagamento dessa empresa para pagar a minha indenização. Seria bom se a prefeitura bloqueace o pagamento e depositasse em juízo os valores para pagar as indenizações.
Tem muita empresa que faz isso.e os funcionários são prejudicados.
Seria bom se vocês dessem essa ideia.

Helen vaz
10 meses atrás

Parabéns ao site jpagora sempre com ótima matérias sérias e imparciais

Thugueder
10 meses atrás

Será que li muito rápido ou não tá falando o nome da empresa nem em qual ramo ela atua?

Gilmar Melo
10 meses atrás

Tem que acionar o Ministério do trabalho e fechar a porta da prefeitura a resolver tudo e acionar o Ministério público resolver todas irregularidades que não são poucas não