InícioCidadeSuspeitos de homicídio em Paracatu são mortos em troca de tiros com...

Suspeitos de homicídio em Paracatu são mortos em troca de tiros com a Polícia em Goiás; dois policiais ficam feridos

Dois policiais militares ficam feridos na operação que resultou na morte de três suspeitos ligados a homicídios e roubos em Paracatu; indivíduos portavam armas de fogo e tinham mandados de prisão em aberto

Publicado em

Um confronto entre policiais militares do Comando de Operações de Divisas (COD) e suspeitos de crimes de roubo e homicídio resultou na morte de três indivíduos na manhã de sexta-feira (22). O confronto ocorreu na rodovia GO-164, na região de Corumbaíba, situada na fronteira entre os estados de Goiás e Minas Gerais.

As autoridades receberam informações de que os suspeitos estariam em trânsito em direção a Goiás, por volta das 03:00 horas da manhã. Equipes da Polícia Civil de Paracatu e das Polícias Rodoviária Federal e Militar de Goiás deslocaram-se para o local da abordagem. Quando os policiais tentaram parar o veículo em que os suspeitos estavam, o motorista acelerou, dando início a uma perseguição e subsequente troca de tiros.

Os policiais feridos foram inicialmente socorridos em Corumbaíba e, posteriormente, transferidos para Goiânia. Um deles foi atingido superficialmente na cabeça e no braço, enquanto o outro sofreu um tiro no braço. Ambos estão fora de perigo, conforme assegurado pela corporação.

Os três suspeitos mortos foram identificados como Renan Emiliano Ferreira de Morais, 27 anos; Alef Correia de Andrade, 29 anos; e João Luiz Pereira de Oliveira Rosa, 23 anos. Todos possuíam mandados de prisão em aberto, sendo que dois eram de Goiás e um era foragido da APAC em Paracatu. Eles foram ligados a vários crimes graves, incluindo o duplo homicídio de pai e filho em Paracatu, no bairro Bela Vista II, bem como à morte de dois irmãos no bairro Chapadinha e a uma tentativa de homicídio no Paracatuzinho, onde foram efetuados mais de 60 disparos.

Após o confronto, três armas de fogo foram apreendidas no local: pistolas de calibres 9 mm, .40 e 380. A investigação continua para esclarecer todos os detalhes e possíveis conexões desses indivíduos com outros crimes.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


8 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Irônico
8 meses atrás

Polícia do Goiás é top. Não deixa criminosos livres p cometer outros crimes! Aí SS uma polícia de respeito!

marcelo
8 meses atrás

MENOS 3 PORQUEIRA, BELO TRABALHA DA POLICIA!

Adolfo Maia das Flores
8 meses atrás
Resposta para  marcelo

Só gente fina.

Galo Doido.
8 meses atrás

Se besta,😱😱

Mara
8 meses atrás

3 petistas a menos!🤔😉

Neto
8 meses atrás

TD é reflexo da política. Um lado com certeza traça políticas de proteção a esses 3 q morreram e tenta criminalizar ações das policias. Mantém pessoas sem antecedentes , presas pq quebrou relógio velho no DF dia 8 E …. lutam pra liberdade desses q respondem a vários homicídios e roubos .

Jp
8 meses atrás

Os cara era bom no tiro acerto a cabeça do PM kkkk

⚖ Justiça🇧🇷
8 meses atrás
Resposta para  Jp

Bom será que agora estão queimando no 🔥 do inferno… E os demais iguais a eles se preparem que vão juntos no mesmo caminho dos 3 vagabundos.. Que os apoia nesses crimes mais bandidos são e devem ir pra Vala no mesmo caminho.