InícioCidadeTrabalhadores reclamam de estrada rural intransitável após chuva em João Pinheiro

Trabalhadores reclamam de estrada rural intransitável após chuva em João Pinheiro

Com as próprias mãos, os trabalhadores conseguiram arrumar a estrada provisoriamente

Publicado em

Trabalhadores rurais tiveram que consertar o trecho de uma estrada vicinal que estava instável com as próprias mãos para conseguirem ir trabalhar na manhã desta sexta-feira, 02 de dezembro, em João Pinheiro. A grande erosão, que deixou um trecho da estrada da Prainha intransitável, foi causada pela forte chuva que caiu no município nesta madrugada. Uma manutenção emergencial será feita pela prefeitura.

Mesmo antes do período chuvoso, motoristas reclamavam da situação em que a estrada se encontrava, e atribuem que a falta de manutenção adequada por parte da prefeitura pode ter provocado essa grande erosão e impedido a circulação dos veículos.

Os trabalhadores que saíram às 05 horas da manhã de suas residências na cidade de João Pinheiro, com as próprias mãos, conseguiram arrumar provisoriamente a estrada para irem trabalhar.

O JP Agora entrou em contato com a equipe da Secretaria de Obras responsável pelo setor de manutenção das estradas rurais e nos foi respondido que as manutenções são dadas em todas as estradas do município e que uma equipe será deslocada até o local para mitigar o problema.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
MG
1 mês atrás

Onde é ?

Adolfo Marisa de Souza
1 mês atrás
Resposta para  MG

PQP não tem uma máquina da prefeitura para passar no local. Aí também é demais.

mais artigos