InícioCidadeURGENTE: mulher investigada por matar cachorros para consumo é presa em flagrante...

URGENTE: mulher investigada por matar cachorros para consumo é presa em flagrante em João Pinheiro

Prisão aconteceu durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão

Publicado em

A moradora do distrito de Santa Luzia investigada por matar cachorros para se alimentar da carne acabou de ser presa em flagrante pela Polícia Civil. As autoridades foram até a residência para cumprir um mandado de busca e apreensão e se depararam com diversos cães em estado de maus tratos, configurando o flagrante. Entenda.

O JP Agora recebeu informações de populares dando conta de que a polícia teria encontrado, além de animais vivos com pulgas, carrapatos e sem água, também restos de animais mortos no interior da residência. Em nota, o Delegado Danniel Pedro confirmou, por enquanto, apenas os maus tratos aos animais vivos.

URGENTE: mulher investigada por matar cachorros para consumo é presa em flagrante pela em João Pinheiro
Foto: Reprodução

A nota aponta que uma equipe se deslocou ao distrito de Santa Luzia para cumprir um mandado de busca e apreensão deferido pela justiça. Assim que começaram a cumprir a ordem judicial, os agentes se depararam com cachorros sem acesso a água e comida, com pulgas e soltos na rua, o que configurou flagrante do crime de maus tratos.

“As investigações foram iniciadas após uma denúncia envolvendo uma imagem que circulou na internet. Foram realizadas diligências e colhidos depoimentos de testemunhas. Durante a operação de hoje, constatou-se uma situação de maus-tratos a cães no local, incluindo animais com pulgas, sem alimentação e água adequadas e soltos nas ruas.

URGENTE: mulher investigada por matar cachorros para consumo é presa em flagrante pela em João Pinheiro
Foto: Reprodução

A ação foi coordenada pela Polícia Civil e contou com apoio do Corpo de Bombeiros, CREAS, Associação Paraíso das Patinhas e do veterinário Dr. Rafael da Clínica Veterinária Cafundó. 5 cães foram resgatados com vida e estão recebendo tratamento adequado.

Informações extraoficiais apontam restos de animais mortos

O caso da idosa ganhou repercussão depois que o JP Agora publicou, com exclusividade, que ela estava transportando o que seria a cabeça de um cachorro dentro de uma sacola na rodoviária de João Pinheiro no dia 16 de fevereiro. A cena, registrada em foto por uma mulher que preferiu não se identificar, chamava a atenção em razão da crueldade.

A reportagem logo ganhou as redes sociais e as opiniões começaram a se dividir. Muitos defenderam a idosa dizendo que a cabeça em questão era de porco, inclusive um taxista famoso da cidade entrevistou um açougueiro, que garantiu que, naquele dia, deu uma cabeça de suíno à mulher.

Diante da comoção social em defesa dos animais, o caso chegou às autoridades pinheirenses e o delegado Dr. Danniel Pedro se comprometeu a investigar a idosa. O JP Agora ouviu populares que acompanharam o cumprimento do mandado de busca nesta sexta (08) e estes informaram que a polícia encontrou restos de animais mortos na residência, o que torna o caso ainda mais chocante.

A presença dos restos de animais na residência, no entanto, não foi confirmada pelo delegado na nota divulgada nesta sexta-feira (08). O JP Agora continuará acompanhando o caso.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


11 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Pé roxo
1 mês atrás

E ninguém foi lá ajudá-la

Fátima Bessa
1 mês atrás
Resposta para  Pé roxo

Isso é o que está me chocando mais. Todo respeito pelos animais, mas e a compaixão pelo nosso semelhante, né? Teriam profissionais de saúde dando algum suporte para ela? Não acredito que uma pessoa saudável e com todas as condições básicas de saúde chegue a comer carne de cachorro…

Radialista
1 mês atrás

Tá errado esse caramelo aí tá saudável? Não tô vendo carrapato e tá com pelo bonito . Casa oque fazer kkk

Lucio
1 mês atrás

Que coisa heim, me sinto até mais seguro em ficar em JP agora, chama a PF pra dar apoio nesta super ação!

Curioso
1 mês atrás

Estranho. Se os caes estavam soltos na rua porque ela foi presa?

Curioso
1 mês atrás

João Pinheiro está cheio de cães de rua causando transtornos e nada é feito

Galo Doido
1 mês atrás

Acho que está tendo uma perseguição muito grande com essa senhora, deveriam avaliar o psicológico dela e pedir internação se o caso e psiquiátrico e não acusar sem provas. Minha opinião.

Alguém indignado
1 mês atrás

….

Comeram a "catiora"
1 mês atrás

O que a véia fez eu não sei.

Mas, uns moleque aqui do Santa Cruz 2, “comeram” a catiora do Sr Mário.

Dizem que ela tava no cio. Outros, que ela já era viciada, acostumada.

Fátima Bessa
1 mês atrás

E quais os cuidados essa senhora vai receber? E os motivos para chegar a comer carne de cachorro? Não estaria passando fome? Ou com problemas psiquiátricos? Todo mundo se comove com o cachorro, mas tem uma comissão multidisciplinar de profissionais da saúde vrificando o estado DELA?

Trabalhador JP
1 mês atrás

Uai, num tinha um taxista, fazendo vídeo defendendo ela?🤔