InícioCidadeUsuário agride a própria mãe em busca de celular para trocar por...

Usuário agride a própria mãe em busca de celular para trocar por drogas em João Pinheiro

A vítima, que já tem 79 anos de idade, sofreu um corte na canela em decorrência das agressões

Publicado em

Uma idosa de 79 anos de idade foi agredida pelo próprio filho, de 47 anos, na noite deste domingo, 08 de outubro, no Bairro Esplanada, em João Pinheiro. O autor é usuário e agrediu a vítima em busca de um celular, que seria utilizado para trocar por drogas. Ele foi preso.

As informações dão conta que um irmão do autor, também filho da vítima, foi quem acionou a Polícia Militar. Os militares chegaram no endereço e se depararam com a idosa já sendo resgatada pelo SAMU. Questionada, a mulher contou que discutiu com seu filho, que é usuário de drogas, depois que ele pediu o celular dela para trocar por entorpecentes.

A vítima, então, recusou-se a entregar o aparelho e o filho começou a agredi-la. Outro filho interveio e evitou que a mãe fosse vítima de uma agressão pior, restando apenas uma lesão na canela. O autor, de 47 anos, foi localizado e preso pela Polícia. Na delegacia, o delegado arbitrou fiança no importe de R$1.320,00 (mil trezentos e vinte reais), mas o homem não pagou e continua preso.

Segundo a filha da idosa, o incidente ocorreu na parte da manhã, mas só foi registrado à noite. O SAMU foi acionado por alguém após o ocorrido. Contrariando boatos, a mesma fonte, que é irmã do jovem, afirmou que ele não tentou roubar o telefone da mãe. Em um momento de alteração, ele solicitou o celular para ligar ao seu patrão, e diante da recusa da mãe em entregá-lo, chutou um litro de leite que acabou atingindo a idosa na perna.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
G R S
9 meses atrás

Ê justiça, o cara bate na própria mãe e se tiver mil e trezentos reais tá livre pra bater de novo, se quiser matar tbm pode aí paga mais uns mil e quinhentos e tá livre de novo pra bater ou matar mais, quem ele achar que deve apanhar ou morrer