691 doses da vacina contra a Covid-19 já foram aplicadas em João Pinheiro

A maioria das doses foram aplicadas em profissionais da saúde; confira os dados a seguir

A vacinação contra o coronavírus em João Pinheiro – MG segue a todo vapor. Após a chegada das primeiras doses, outras doses têm chegado paulatinamente e já somam 691 doses aplicadas. 383 aguardam a segunda dose. Confira os detalhes a seguir.

De acordo com os dados fornecidos pelo sistema integrado do Estado de Minas e Governo Federal, 606 primeiras doses já foram aplicadas em profissionais de saúde de João Pinheiro e 303 aguardam receber a segunda dose. 67 idosos já receberam a primeira dose e 64 aguardam a segunda.

Além dos profissionais da saúde e dos idosos abrigados, 18 pessoas com deficiência em residências inclusivas já receberam a primeira dose e aguardam a data para tomarem a segunda dose.

Publicidade
Dom Churrasco em João Pinheiro - Barca de Churrasco e Jantinha

Prevenção

Como forma preventiva à aquisição e distribuição das doses, o Plano de Contingenciamento para Vacinação em Minas Gerais dispõe de um mapeamento das ofertas de vacinas a serem disponibilizadas no país.

“Temos todas as vacinas mapeadas, fornecedores também, e temos recursos, caso seja necessário. O povo mineiro não vai ficar sem vacina, isso tem que ficar claro. Nós temos planos B, C, D e F para o povo mineiro, caso haja necessidade. Temos gente competente e comprometida trabalhando”, completou o governador.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, reforçou que a logística da SES-MG também leva em conta uma vacinação gradual durante o ano de 2021 e, provavelmente, até 2022 — e não em uma data única.

“Não existe um único dia de vacinação. Pela magnitude da vacinação, para chegar no maior número da população, ela vai começar em um período, com determinados grupos prioritários de início, como uma vacinação prolongada. Nós provavelmente teremos o ano de 2021 inteiro de vacinação, rodando de grupos em grupos e, quiçá, até em 2022. Nesse momento, toda a indústria estará produzindo vacinas. Então, vamos recebendo vacinas e vacinando a sociedade”, explicou o secretário.

Resultados

Sem relaxar nas medidas de prevenção e combate à covid-19, o Governo de Minas segue como o estado com a menor taxa de mortalidade da doença no Brasil — 50 óbitos por 100 mil habitantes. Um resultado possível devido a uma série de medidas tomadas com antecedência, como a ampliação de leitos de UTI (de 2.072 em fevereiro para 3.995 atualmente), a distribuição de 1.187 respiradores aos municípios e o investimento de R$ 2,2 bilhões no combate à pandemia, sendo R$ 1,8 bilhão repassados aos hospitais que atendem a rede estadual de saúde.

Alertas

Mesmo com os bons resultados, o governo segue orientando a população mineira em relação aos cuidados a serem mantidos para controle da covid-19, em atenção aos índices de transmissão da doença. Para as festas de fim de ano, o secretário de Estado de Saúde orienta a população a seguir as deliberações do plano Minas Consciente, que acompanha os diferentes indicadores da pandemia em cada região do estado, voltado para a retomada gradual e segura das atividades econômicas.

“Para a região que estiver na onda vermelha ou amarela do Minas Consciente, a recomendação é não aglomerar. É fundamental lembrar que aglomerar famílias grandes, com idosos principalmente, também é aglomeração. Isso não quer dizer que o Natal e o Réveillon não possam ser comemorados, só que não deve haver reunião grande de pessoas”, disse o secretário.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Geraldo
11 meses atrás

691 PESSOAS PRA 50.000 ABITANTES FALTA POUCO EM 2.050 DEVE TA TODOS IMUNIZADOS.

Artigos relacionados

Últimas Notícias