19 C
João Pinheiro
quinta-feira, maio 6, 2021

A maioria dos brasileiros buscam por crédito na crise; veja

A busca por empréstimo continua crescendo em 2020, principalmente por causa da pandemia do Coronavírus, que está causando um grande impacto na economia desde o primeiro semestre deste ano.

Por conta desse impacto, centena de milhares de pessoas não conseguiram pagar suas contas em dia. Segundo uma apuração feita pela Boa Vista SCPC, apenas 48% dos brasileiros afirmaram que poderiam pagar suas contas em dia.

A pesquisa, feita em junho deste ano, também mostrou que 59% dos brasileiros provavelmente vão recorrer a linhas de créditos para poder cumprir com seus compromissos financeiros.

Ainda segundo os dados da pesquisa, 28% dos entrevistados informaram que teriam recursos para manter suas contas em dia por apenas dois meses. Ou seja, em casos como esse, o empréstimo pessoal surge como grande oportunidade de quitar as dívidas e evitar que ela vire uma bola de neve. Vale ressaltar que há diversas possibilidades de solicitar um empréstimo atualmente e vamos falar sobre algumas abaixo:

Empréstimo pessoal

Essa é uma das linhas de crédito mais conhecidas no mercado financeiro e atende a grande maioria das pessoas que precisam de dinheiro rápido. Muitas vezes, o dinheiro já fica pré-disponível em sua conta bancária, ou basta solicitar para o gerente do banco e passar por uma avaliação.

Porém, quanto maior a facilidade de conseguir o dinheiro que deseja, maior é a taxa de juros cobradas pelas instituições financeiras. No caso do empréstimo pessoal, a taxa varia em torno de 6% a.m, segundo dados fornecidos pelo Procon em julho deste ano.

Além disso, o prazo de pagamento costuma ser de até 60 meses, não sendo possível comprometer mais do que 30% do salário.

Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia de imóvel vem se destacando no Brasil e ganhando novos adeptos. Ele consiste em deixar um bem como garantia de pagamento do empréstimo e, em contrapartida, a instituição financeira libera até 60% do valor do imóvel.

As vantagens são diversas, sendo elas: a possibilidade de conseguir pagar a longo prazo, carência para pagar a primeira parcela e taxa de juros mais baixas do que em outros empréstimos, cerca de 0,99% + IPCA.

Algumas empresas possibilitam que a contratação seja feita de forma online, mas vale destacar que o bem que entrará como garantia passará por uma avaliação para verificar qual seu real valor.

Cheque Especial

O cheque especial normalmente já é um valor que está disponível para uso em sua conta bancária, porém é indicado apenas para ocasiões em que será possível devolver o dinheiro o quanto antes.

Isso porque essa linha de crédito tem juros e taxas cobradas que fazem com que o valor emprestado se torne uma bola de neve ao longo dos meses. A taxa de juros, segundo o Procon é de, em média, 7,9% a.m.

Vale ressaltar que o Banco Central do Brasil, por meio da resolução nº 4.756, limitou a cobrança da taxa de juros do cheque especial para pessoa física em até 8% a.m, isso desde 6 de janeiro de 2020.

Empréstimo Consignado

O Empréstimo consignado é o tipo de empréstimo é voltado para aposentados, pensionistas, ou funcionários públicos e privados, que tenham suas empresas conveniadas.

Nessa linha de crédito, o desconto das parcelas do empréstimo já é realizado diretamente da folha de pagamento.

Normalmente costuma ter taxa de juros mais baixas do que o empréstimo pessoal e cheque especial, variando em torno de 3%.

Conclusão

Antes de solicitar um empréstimo é necessário ter na ponta do lápis todas as suas despesas e rendimentos para que não assuma uma dívida que não poderá pagar. A ideia do empréstimo é desafogar seu orçamento e não criar um problema financeiro para você.

Por tanto, pesquisa e faça uma simulação de empréstimo antes de solicitar qualquer tipo de linha de crédito. Antes de  fechar negócio verifique também qual é o CET (Custo Efetivo Total) da negociação. Esse será o real valor que você pagará por seu empréstimo.

Tomando os devidos cuidados, o empréstimo poderá te ajudar a se reerguer financeiramente e sair das dívidas durante a crise.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias