27.7 C
João Pinheiro
sábado, março 6, 2021

Acusado de abusar sexualmente de criança é agredido e está em estado grave, em Patos de Minas

Ele deu entrada no hospital apresentando graves lesões pelo corpo, inclusive afundamento de crânio e um corte na face provocado por um possível golpe de faca

Um homem de 42 anos está internado em estado grave no Hospital Regional depois de ser acusado de abusar sexualmente de uma criança de 08 anos de idade e ser agredido pelo padrasto dela na cidade de Tiros. O suspeito estaria fazendo uso de bebida alcóolica com os responsáveis pela criança e aproveitou minutos de ausência deles para convidar a vítima a fazer “coisas de adulto’ em sua casa. Ela contou ao padrasto que, por sua vez, agrediu violentamente o homem de 42 anos.

O fato aconteceu por volta de 23h00 desse domingo (24), na Avenida José Bomtempo. De acordo com o registro da ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender a um caso de agressão. No local, os militares se depararam com M.S.S.M., de 42 anos, caído ao solo próximo a um canteiro central. Os policiais perceberam que ele apresentava vários ferimentos e estava desacordado. De imediato, foi feito contato com uma ambulância, que encaminhou o homem até o Hospital Municipal. M.S.S.M deu entrada na unidade apresentando várias escoriações, lesões e afundamento de crânio e um corte na região da face, provavelmente causado por uma faca.

Durante as diligências, os militares descobriram que o homem havia sido espancado em razão de um suposto estupro de vulnerável. Ainda segundo registro da ocorrência, ele estava em uma residência a convite do dono, onde faziam uso de bebida alcoólica. Em determinado momento, o casal proprietário da casa teria se ausentado e deixado uma criança de 8 anos de idade com M.S.S.M. Aproveitando da situação, ele teria chamado a criança para ir até a sua casa “fazer coisas de adulto”. Em uma cama, ele teria passado as mãos nas partes intimas da criança e a segurado pelo braço. Ela conseguiu fugir e contou para a mãe e o padrasto o que havia acontecido.

Neste momento, o padrasto teria questionado o homem de 42 anos a respeito da situação. Ele, por sua vez, não negou e passou a ser agredido violentamente com socos e chutes. O padrasto, identificado como W.J.N.C, de 23 anos, finalizou as agressões na rua onde o homem foi encontrado pela guarnição policial. Uma vizinha relatou que teria visto as agressões e a saída do padrasto da vítima do local. Algum tempo depois, a guarnição conseguiu encontrar W.J.N.C em sua residência. Questionado pelos militares, ele disse que, assim que tomou conhecimento de que sua enteada havia sofrido abuso sexual, sem pensar começou a agredir seu convidado. Ele recebeu voz de prisão pelo crime de lesão corporal grave e foi encaminhado para a delegacia.

M.S.S.M recebeu atendimento médico no Hospital Municipal de Tiros e, posteriormente, foi trazido em estado grave para o Hospital Regional em Patos de Minas. A criança de 08 anos foi levada ao hospital, onde não foi constatada penetração. O suspeito do crime de estupro de vulnerável segue internado no Hospital Regional sob escolta policial.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Justiceiro
1 mês atrás

Justiceiro,. Parabéns para o padrasto , ainda tem quem fala que padrasto não presta , esse aí eu um super padrasto e não pode ser preso pq fez justiça , tem meu apoio,#LIBERTE O PADRASTO.

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias