Acusado de estuprar e engravidar a própria enteada é preso pela Polícia Civil em Presidente Olegário

A prisão aconteceu graças ao compartilhamento de informações entre policiais civis da Delegacia de Santa Cruz de Goiás e da Delegacia de Presidente Olegário

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (11) em Presidente Olegário um homem de 37 anos acusado de cometer o crime de estupro de vulnerável. A prisão aconteceu graças ao compartilhamento de informações entre policiais civis da Delegacia de Santa Cruz de Goiás e da Delegacia de Presidente Olegário.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na cidade de Santa Cruz de Goiás, no ano de 2019, quando o investigado manteve relação sexual com sua enteada. A menina, que na época tinha apenas 13 anos, ficou grávida. Há informações de que o investigado abusava sexualmente da vítima desde quando ela possuía oito anos de idade.
Após a adolescente dar à luz à criança, a mãe a enviou, juntamente com a criança recém-nascida, para residir com familiares no Estado de Tocantins/TO, tendo o investigado e a mãe da vítima se mudado para o Estado de Minas Gerais, uma vez que o fato teve repercussão no município onde residiam.

Diante disso, o delegado resposável pelo caso realizou a instrução da ação e representou pela decretação da prisão cautelar do investigado, sendo o pedido acolhido pelo Poder Judiciário, após manifestação favorável do Ministério Público.

Após o compartilhamento de informações entre as polícias civis, a equipe da Delegacia de Presidente Olegário/MG obteve êxito em fazer a captura do investigado em uma fazenda no município, onde ele residia tranquilamente com sua esposa.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Cachinhos de ouro
1 mês atrás

Q mãe e essa q teve coragem d abandonar sua filha e acompanhar esse vagabundo,tinha q ser preza tbm!

Artigos relacionados

Últimas Notícias