Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioCidadeAcusado de tentar matar Brenda Borges é condenado a 9 anos e...

Acusado de tentar matar Brenda Borges é condenado a 9 anos e 4 meses, mas vai recorrer em liberdade

Conselho de sentença concluiu que Carlos Silva tentou matar a jovem no ano de 2015

Publicado em

A sessão de julgamento do Tribunal do Júri ocorrida nesta quarta-feira (27) no Fórum de João Pinheiro terminou com o réu Carlos Silva condenado a 9 anos e 4 meses de reclusão. No entanto, como ele já se encontrava em liberdade, lhe foi garantido o direito de recorrer em liberdade.

Publicidade
WN Telecom - 600 megas promoção

Testemunhas de acusação e de defesa foram ouvidas. Depois, o advogado Dr. Almir e a promotoria iniciaram os debates. Ao final do julgamento, por volta das 15:30h, o Juiz de Direito Presidente do ato anunciou a decisão dos jurados, que entenderam, por maioria, que Carlos tentou matar Brenda naquela fatídica noite de 20 de dezembro de 2015.

A pena foi agravada pela qualificadora do feminicídio. Ao final da sentença, o magistrado reconheceu o direito de Carlos recorrer em liberdade. “Considerando que o réu se encontra em liberdade em razão dos fatos apurados e não observando motivos autorizadores da prisão, concedo o direito de recorrer ou aguardar eventual recurso em liberdade.”

Publicidade
Banho e tosa para seu Pet - POP Pet Center João Pinheiro

Na saída do fórum, a equipe de reportagem entrevistou a mãe de Brenda e a própria jovem. As duas se mostraram satisfeitas com o resultado do julgamento. “Estou satisfeita. Ele vai pagar e vai pensar bem antes de mexer com filha de qualquer pessoa. Ele pegou pouca pena, mas vai responder por ela. Agradeço a todos que torceram pela Brenda, ela viveu de novo. Eu queria prisão perpétua, mas está bom” disse a mãe da vítima.

Brenda ressaltou que não foi fácil reviver os momentos de tristeza hoje no julgamento, mas disse estar tranquila de que a justiça de Deus também vai chegar para o seu agressor. “É ruim porque a gente nunca esquece. Viver tudo aquilo de novo aqui hoje foi muito ruim, mas agora estou aliviada, a justiça foi feita, não da forma que esperávamos, mas ele vai pagar. Ainda tem a justiça de Deus também, a hora dele vai chegar. Estou satisfeita, agradeço ao pessoal que ficou do meu lado, me deu muito apoio. Agora vou continuar minha vida” disse a jovem.

Publicidade

O JP Agora seguirá acompanhando o caso e eventuais recursos interpostos pela defesa.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
D2
14 dias atrás

QUER SAIR CHAMA O DR DALCI !!!!!!!!!!!!!!!!

.
14 dias atrás
Resposta para  D2

Excelente advogado defende os direitos de todos nao importa o que ouvir si fosse ela defendia tambem não foi so ele o errado da historia com certeza o dela ta sujo também

D2
13 dias atrás
Resposta para  .

SE PEDIR DESCULPA DIREITNHO VAI TER ATE VISITA INTIMA RSRSRSR

Camaro
14 dias atrás

A justiça foi feita a condenação é correta mas precisa ser para os dois lados porque quando a mulher agride um homem não acontece nada a justiça não é feita isso é errado a justiça tem que ser igual para os dois lados igualdade pra todos

Publicidade
Fe
14 dias atrás

Eu aposto que se ele pedir p voltar,ela volta

Fantasma
14 dias atrás

No código penal chama e homicídio tentado fanfarrão

Publicidade
Galo doido
14 dias atrás

Prefiro nem opinar, pois 2 sem v……

mais artigos