Publicidade
Chegou seu momento - Faculdade Cidade de João Pinheiro
Publicidade
Contrato odontológico - OdontoCompany João Pinheiro

Acusado de tentar matar mulher a facadas é condenado por lesão corporal, mas é liberado por prescrição do crime

O Tribunal do Júri reconheceu que ele não tentou matar a vítima e houve a desclassificação do crime para ameaça

O Tribunal do Júri de João Pinheiro julgou, nesta quinta-feira (26), um homem que era acusado de tentar matar uma mulher no ano de 2006. Depois da oitiva de testemunhas e debates entre acusação e defesa, o conselho de sentença entendeu que o homem não teve a intenção de tentar matá-la e o crime foi desclassificado para lesão corporal.

Publicidade
WN Telecom - Promoção de Aniversário

A reportagem do JP Agora apurou que, diante da desclassificação, o juiz julgou a lesão corporal e chegou a condenar o homem a 1 ano de reclusão, mas em razão do decurso do tempo entre o cometimento do crime e o oferecimento da denúncia, que aconteceu só em janeiro de 2011, a prescrição foi declarada e a punibilidade do réu foi declarada extinta, liberando o homem por completo.

Participaram do julgamento a Promotora de Justiça Fabiana Pereira de Lima Lopes, as advogadas Deborah Rutkowski Dias Martins e Sulamita Couto e o magistrado Rodrigo de Carvalho Assumpção.

Publicidade
Pop Pet Center em João Pinheiro

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias