19 C
João Pinheiro
quinta-feira, maio 6, 2021

Após romper tendão, Otávio comemora cirurgia bem-sucedida na França: “Voltar mais forte”

Na última quinta-feira (21), o volante Otávio foi submetido a um procedimento cirúrgico. O brasileiro, que atua no Bordeaux, sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles do pé esquerdo, durante treinamento pela equipe francesa. A operação foi bem-sucedida e o jogador já está em casa. Com uma excelente temporada começando no exterior, no https://casas-de-apostas.pt/ são disponibilizados as melhores casas de apostas para garantir a diversão da legião de torcedores.

“A cirurgia foi um sucesso, graças a Deus. Gostaria de agradecer aos profissionais do Bordeaux por todo o suporte. Ficarei de repouso nesses dois primeiros dias e, mais pra frente, vou iniciar os trabalhos de fisioterapia”, contou o volante, de 26 anos, revelado pelo Athletico Paranaense.

Em sua quarta temporada na França, Otávio vivia bom momento pelo Bordeaux. Ele é o jogador da equipe com maior média desarmes no Campeonato Francês, três por jogo — número que o coloca entre os dez melhores do torneio neste quesito. Focado no retorno, o volante mostra otimismo.

“É a primeira vez que sofro uma lesão desse tipo na carreira, mas entendo que isso faz parte do futebol. Agora é trabalhar para que a recuperação ocorra da melhor forma e eu possa voltar mais forte”, concluiu.

Em seu último jogo no dia 17, o Bordeaux conquistou a segunda vitória seguida ao vencer o Nice por 3 a 0 pela Ligue 1 e está atualmente na nona posição com um total de 20 pontos. Seu próximo jogo será no domingo (24), contra o Angers também pela Ligue 1.

Divulgação/East Riffa

Ainda sobre o futebol internacional

Iniciando sua terceira temporada no futebol do Bahrein, o meio-campo Felipe Hereda, de 29 anos, vive seu melhor momento no futebol asiático. Defendendo o East Riffa, o brasileiro é titular absoluto da equipe que ocupa a vice-liderança da Liga.

“Feliz pelo reconhecimento do trabalho e, principalmente, pelo momento que o clube vem vivendo nessa temporada. A Liga do Bahrein é uma competição muito equilibrada e difícil. Ainda temos muito campeonato pela frente, mas esse início nos faz sonhar com coisas maiores”, analisou o brasileiro.

Natural de Camaçari, na Bahia, Hereda rodou por vários clubes brasileiros antes de receber a proposta de atuar no exterior, em 2019. “A vida de um jogador de futebol no Brasil não é nada fácil, ao contrário do que muitas pessoas pensam. Eu joguei em clubes de diversos estados e passei por momentos bem delicados, mas felizmente agarrei essa oportunidade no Bahrein e foi uma das melhores escolhas que fiz na carreira”, destacou.

Com três pontos a menos que o líder Al Riffa, o East Riffa volta a campo no próximo sábado (23), fora de casa, contra o Manama, pela sétima rodada da competição nacional buscando chegar na ponta da tabela.

“Temos uma sequência de mais três jogos fora de casa e eles serão fundamentais para nos mantermos na parte de cima da tabela. Estamos mirando no título e para isso não podemos errar”, finalizou Hereda.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias