Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioMinas GeraisCandidato a deputado federal tem foto com cachorro barrada na urna em...

Candidato a deputado federal tem foto com cachorro barrada na urna em Minas Gerais

Em 2020, Márcio Marangon tentou usar a mesma imagem, que também foi impedida

Publicado em

A Justiça Eleitoral indeferiu, nessa quarta-feira (24), a foto de urna apresentada pelo candidato a deputado federal por Minas Gerais Márcio Marangon, do PTB. O juiz Lourenço Capanema considerou que a foto do candidato segurando um cachorro contraria a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

Essa é a segunda vez seguida que o candidato tenta aparecer ao lado do animal nas urnas. Em 2020, quando tentou se eleger como vereador em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, ele usou a mesma imagem, que também foi barrada na ocasião.

Além do animal, que não pode aparecer, houve uma discussão no processo sobre o uso do chapéu, já que o artigo 27 da resolução 23.609, que dispõe sobre a escolha e o registro de candidatas e candidatos para as eleições, só permite o uso de acessórios necessários à pessoa com deficiência. Marangon justificou que o chapéu é equipamento de proteção individual em virtude de um câncer de pele, o que foi aceito pelo juiz.

Publicidade
Banho e tosa para seu Pet - POP Pet Center João Pinheiro

Foi apontado também que o candidato não estaria quite com a Justiça eleitoral, mas ele ponderou que parcelou o débito e está dentro do prazo do pagamento. O juiz abriu um prazo de três dias para que o postulante à Câmara Federal apresente uma foto regular para que o registro de candidatura seja julgado.

FonteO Tempo

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

mais artigos