InícioCidadeCEMIG falha novamente e deixa diversos bairros de João Pinheiro sem energia;...

CEMIG falha novamente e deixa diversos bairros de João Pinheiro sem energia; moradores estão revoltados

Bairros como Aeroporto, Santa Cruz 1 e 2, Por do Sol e Manoel Neto enfrentam um blecaute prolongado, aumentando as críticas à CEMIG pela falta de soluções e informações precisas pelo 116

Publicado em

Moradores de diversos bairros em João Pinheiro, incluindo Aeroporto, Santa Cruz 1 e 2, Pôr do Sol e Manoel Neto, estão enfrentando um blecaute que já dura aproximadamente 8 horas. O corte no fornecimento de energia foi registrado por volta das 04:30 da madrugada desta terça-feira, e a previsão de retorno da eletricidade é somente para as 19h de hoje, o que aumentou ainda mais a revolta dos moradores. A empresa explicou o motivo da falta de energia, veja abaixo.

A situação levou a várias manifestações contrárias à CEMIG. Eduardo Muela, empresário da cidade, não poupou críticas à empresa responsável pelo fornecimento elétrico. “Senti a falta de energia hoje desde as 5 da manhã. Essa falta de energia atrapalha nossa rotina e não é a primeira vez que isso acontece. Só neste mês, tivemos mais de cinco apagões. É um desrespeito”, exclamou Muela.

Outro residente local, Cleiton Soares, também mostrou seu descontentamento com o atendimento da empresa. “Ligamos para a CEMIG e eles não têm respostas. A cada ligação, aumenta o prazo para o retorno da energia. Quem vai arcar com os prejuízos? Minha geladeira está cheia de produtos que podem estragar”, questionou o morador indignado.

Essa não é a primeira vez que bairros como Aeroporto, Santa Cruz 1 e 2 e Manoel Neto sofrem com a falta de energia. O JP Agora tem noticiado frequentemente esses apagões, assim como as falhas do serviço de atendimento 116 referentes aos episódios.

Em nota, a assessoria de comunicação da CEMIG informou que uma estrutura de sustentação da rede elétrica foi danificada na madrugada, o que comprometeu o fornecimento de energia. Segundo a empresa, equipes estão trabalhando para restabelecer a eletricidade o mais rápido possível. Contudo, para muitos moradores, a resposta tardia e as constantes falhas deixam muito a desejar.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Adélia G. Soares
7 meses atrás

Interessante que os bairros “nobres” não enfrentam o mesmo problema. Na área rural dependendo do proprietário também passa pela mesma morosidade. Ontem, às 6h00 fiz o registro de falta de luz, avisamos onde estava o fio arrebentado e os funcionários da empreiteira foram lá às 20 horas e tiveram a capacidade de avisar que voltaria no outro dia porque estavam sem jantar, ora, já estavam no local e foram capazes de dar meia volta. Como disse a reportagem, quem vai arcar com o prejuízo de novo, porque não é primeira vez que isso acontece e não adianta juntar NF, montar… Leia mais »