Corpo de Bombeiros é acionado para socorrer marido que passou mal durante briga com a esposa em João Pinheiro

A mulher contou para a polícia que o marido a ameaçou com uma barra de ferro e, logo em seguida, caiu no chão convulsionando

Um casal pinheirense morador da Rua Barão do Rio Branco mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar na tarde da última quinta-feira (21). Os dois começaram a brigar e o homem acabou passando mal, sendo socorrido logo em seguida pelos bombeiros. Depois dos atendimentos médicos, marido e mulher foram parar na delegacia.

O JP Agora apurou que a mulher e o homem conviviam em união estável há 7 anos. Na tarde do feriado de Tiradentes, de acordo com as informações levantadas pelo site, o marido buscou a esposa no trabalho e ela reclamou da forma como ele estava dirigindo. O homem, então, não teria gostado e teria esbarrado na mulher, aumentando ainda mais o desentendimento.

A mulher teria dito para a polícia, ainda de acordo com o que foi apurado pela redação do site, que o marido a pegou pelo pescoço e a jogou contra a parede. Depois, a mulher disse que ele se apoderou de uma barra de ferro e disse que iria matá-la.

Ainda de acordo com a versão da mulher, o marido bateu com a barra de ferro na parede e, logo em seguida, caiu no chão convulsionando. Temendo pela própria vida e pela vida do companheiro, a esposa acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar. Os policiais chegaram na casa primeiro e se depararam com o homem ainda no chão se debatendo.

Os primeiros socorros ao marido foram prestados e instantes depois ele retomou a consciência, perguntando o que estava acontecendo e dizendo que não se lembrava de nada. Os policiais questionaram sobre o ocorrido e ele disse que se lembrava que buscou a esposa no trabalho e que os dois começaram a brigar. Depois disso, se recorda apenas dos militares prestando os primeiros socorros.

O Corpo de Bombeiros chegou e levou o casal até a UPA, onde os médicos constataram uma escoriação no couro cabeludo do marido. A mulher se queixava de dores nos braços apenas. Finalizados os atendimentos médicos, diante da versão apresentada pela mulher, o homem foi preso em flagrante e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil juntamente com a vítima. O JP Agora não obteve mais notícias depois da prisão.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias