Criminoso se passa por funcionário de banco, acessa celular de pinheirense remotamente e causa prejuízo de R$15 mil

Nova modalidade de golpe ainda não havia sido registrada em João Pinheiro

Um novo golpe aplicado na última sexta-feira (06) a uma idosa de 64 anos de idade chamou a atenção das autoridades de João Pinheiro. Se passando por funcionário de um banco, o criminoso conseguiu guiar a vítima para que ela instalasse um aplicativo de acesso remoto e limpou duas contas da idosa deixando um prejuízo de mais de R$15.000,00 (quinze mil reais). Entenda como tudo aconteceu para não ser a próxima vítima.

A reportagem do site apurou que tudo começou com um SMS enviado pelos criminosos ao número pessoal da idosa. A mensagem de texto pedia que a mulher entrasse em contato pelo número 08005916295. Assim que ligou, a idosa foi atendida por uma suposta funcionária do Banco Mercantil do Brasil. Marina Ortiz foi o nome utilizado pela estelionatária, que questionou a idosa se ela havia solicitado um empréstimo. Com a negativa da vítima, o golpe começou a ser executado.

Assim que negou a suposta contratação do empréstimo, a criminosa disse à vítima que o aparelho celular dela estava infectado com vírus e que seria necessária a remoção deles para evitar prejuízos. A idosa, então, acreditou na conversa da estelionatária, principalmente porque não havia feio a solicitação de empréstimo dita por ela. Através da ligação, a criminosa guiou a vítima até que ela instalou o aplicativo de acesso remoto chamado Any Desk.

Já com o Any Desk instalado, a vítima acabou dando todas as autorizações necessárias para o acesso remoto de seu celular e, assim, a estelionatária conseguiu acessar todas as contas da idosa que estavam no aparelho. No aplicativo do Banco do Brasil, a criminosa retirou R$3.500,00 (três mil e quinhentos reais) e mais R$2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) de empréstimo. Já no Banco Mercantil, a criminosa retirou R$2.706,00 (dois mil, setecentos e seis reais) da conta e aproximadamente mais R$6.400,00 (seis mil e quatrocentos reais), totalizando um prejuízo de mais de R$15.000,00 (quinze mil reais).

O caso foi registrado e será investigado pela Polícia Civil. O aplicativo de acesso remoto Any Desk permite que outra pessoa acesse um aparelho remotamente. Mas, para que isso aconteça, o dono do aparelho a que se pretende acessar precisa autorizar o ato em seu próprio celular. Por isso, fique atendo a qualquer tipo de informação suspeita a respeito deste aplicativo.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Quase vitima
10 dias atrás

Tentaram dar esse mesmo golpe semana passada em meu pai a sorte foi que eu atendi e disse que era a procuradora dele os bandidos disseram que haviam tentado um empréstimo no nome dele eu disse que nao seria possivel pois ninguem teria senha e nenhum tipo de app com senhas do banco eles desistiram assim que eu disse que iria entao bloquear a conta dele

Artigos relacionados

Últimas Notícias