Dois homens são presos por conduzirem sob efeito de álcool em João Pinheiro e Brasilândia de Minas

Um deles estava com 0,54 mg/l, um nível considerado altíssimo

Durante fiscalização da lei seca no sábado (06) e no domingo (07), a Polícia Militar Rodoviária prendeu um motorista e um motociclista que estavam dirigindo sob o efeito de álcool. Um deles obteve 0,54 miligramas de álcool por litro de ar expelido no bafômetro.

A primeira fiscalização ocorreu no sábado (06), no km 207 da MG-181, na cidade de João Pinheiro. O veículo Volkswagen Gol foi abordado por volta das 18 horas e o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, o qual atestou a presença de 0,38 miligramas de álcool por litro expelido. Em razão disso, o homem foi preso em flagrante por embriaguez ao volante.

Já no domingo (07), a fiscalização aconteceu na LMG 667 no KM 02, na cidade de Brasilândia de Minas. Na ocasião, uma motocicleta foi abordada e o piloto foi submetido ao teste do bafômetro, que constatou que o motociclista apresentava um alto teor alcoólico por litro de ar expelido, 0,54 um nível altíssimo. Por isso, além de ser preso, a CNH do condutor foi recolhida.

Publicidade
Colégio Darcília Coímbra João Pinheiro - Matrículas Abertas

Para os policiais, o piloto da motocicleta disse que havia ingerido cerveja e conhaque. Na lei seca, o condutor não pode ter nenhuma quantidade de álcool por litro de ar expelido. Caso o condutor apresente até 0,34 miligramas de álcool espelho lido por litro de ar, a infração é administrativa. Mais que isso, é considerado crime.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
A CULPA É DO PREÇO DA GASOLINA
19 dias atrás

Uai seu Jota Pê Agora, nóis até tentô ispricá pro seu puliça que a cuipa era do presço da gasolina que já tá passano de 8 real o litro. Então foi mais fácil colocar 5,00 de etanol no Golzão e na CGzona, mais duas dose de São João da Barra e outra de Velho Barreiro no peito. O pobrema foi as moda do Tião que tava tocano no tálo. Aí o guarda inziô cum nóis. Inda teve corági de mandá nóis fazê o tál de “4”. Hora que eu perguntei se era com gelo e limão, ele pelô cumigo, vê… Leia mais »

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias