Empresários criticam declaração de Bolsonaro sobre a alta dos preços da gasolina e do gás de cozinha

Para representantes dos setores, presidente mentiu e está mal informado

Transportadores de combustíveis e revendedores de gás rebatem a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à rádio Itatiaia sobre a alta da gasolina e do gás de cozinha. Nessa terça-feira (20), Bolsonaro disse que não tem imposto federal no preço dos combustíveis e culpou o ICMS e o lucro do revendedor pela disparada dos valores.

O presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito do Petróleo (Asmirg), Alexandre Borjaili, diz que Bolsonaro mentiu e deveria se retratar. Borjaili lembra que o ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu um choque de energia barato, com redução de até 50% no preço do gás.

“A lei do gás foi aprovada e cadê a redução de 50% ministro Paulo Guedes?”, questiona. “Falar que o valor do gás é por causa do ICMS… vamos deixar claro: o gás nunca teve valor tão absurdo, nem os combustíveis. Se estão (caros), é no governo atual. Então, há responsabilidade, sim, desse governo por tudo que está acontecendo hoje”.

Publicidade
Barca de Churrasco - Dom Churrasco - Valor R$ 60,00

Para Borjaili, além de mentir, Bolsonaro desconhece dados da própria Agência Nacional do Petróleo. “Em 2016, presidente Jair Bolsonaro, a Petrobras vendia o gás a R$ 11,67. O ICMS era R$ 6,70, porque ele é calculado em cima do preço de venda final. No caso de Minas Gerais, o preço de média era R$ 41. Em 2016, o gás subiu, foi para R$ 13,40, o ICMS se manteve a R$ 6,70 e o preço médio estava girando em torno de R$ 55,57”, detalhou.

Borjaili destaca que em 2021 o preço do gás na Petrobras é de R$ 46,88 e não R$ 44 como Bolsonaro disse. “Vossa excelência está precisando ficar mais informado antes de vir a público afirmar”, disse.

Borjaili ainda disse que a venda da Liquigás, concluída no final de 2020, contribuiu para a formação de um cartel. “É dessa forma que funciona o cartel, que foi presenteado pelo governo federal com a venda da Liquigás. E não foi por falta de aviso. Estive, inclusive, com o secretário Salim Mattar pessoalmente e falei que o que eles estavam fazendo era loucura. Estão pegando a maior empresa distribuidora do Brasil e entregando para o cartel do gás. Não somos contra a privatização, somos contra o fortalecimento do cartel”.

Combustíveis

O presidente do Sindtanque-MG, Irani Gomes, também rebateu a informação de Bolsonaro sobre o impacto do transporte do combustível no aumento final da gasolina, do diesel e do etanol. Bolsonaro disse que o transporte é um monopólio que rende muito dinheiro.

“Nosso transporte hoje está defasado. As empresas estão pagando para trabalhar. Queremos pedir, sim, encarecidamente, que o governo venha sentar com a gente e vamos abrir todas as planilhas das distribuidoras e trazer a realidade para a sociedade para onde está indo o dinheiro”, diz Irani, que cita déficit de 20% no frete.

“Tivemos mais de 70% de reajuste em insumos. Um caminhão que custava R$ 380 mil hoje custa R$ 700 mil”, destaca Gomes, que cita ainda o pagamento de licenças como outro problema. “É um abuso. Tem licença que custa mais de R$ 10 mil”. Irani diz ainda que a categoria está em estado de greve e pode cruzar os braços a qualquer momento.

Com relação aos preços dos combustíveis, a Secretaria da Fazenda de Minas Gerais informa, por meio de nota, que um estudo divulgado pela Petrobras aponta que o ICMS corresponde a 14,3% do valor do gás de cozinha e a 27,7% no preço final da gasolina. A pasta afirma ainda que entre 2018 e 2021 os estados mantiveram as alíquotas de ICMS sobre os combustíveis.

7 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Filhos da anarquia
4 meses atrás

Tributo federal 14,10
Tributo estadual 34,80
48,90
Isso no gás

Última edição 4 meses atrás by Filhos da anarquia
Pensativo
4 meses atrás

Se o valor do ICMS 14,3% sobre o valor de venda, como que o valor se mantém em R$6,70 se o valor era 11,67 e foi para 13,40 ???

4 meses atrás

Greve de caminhoneiros resolve!

paulo fernando
4 meses atrás

bolsonaro 2022 sem falta
zera o imposto estadual ai vamos ver quem fala a verdade concordam

Eli Corrêa
4 meses atrás

A fora bolsonaro vamos votar no Datena e Tirica

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias