InícioCidadeEnxurrada invade residência no Bairro Porto e moradora chama a polícia em...

Enxurrada invade residência no Bairro Porto e moradora chama a polícia em Brasilândia de Minas

Uma ocorrência foi registrada e a mulher foi orientada a buscar providências junto à COHAB

Publicado em

A forte chuva que caiu em Brasilândia de Minas no último domingo, 22 de janeiro, acabou danificando diversos móveis da residência de uma moradora do Bairro Porto. A enxurrada invadiu o local e a mulher resolveu acionar a polícia para buscar providências, já que a cena se repete sempre que chove.

O caso aconteceu na Rua João Francisco Cardoso. A moradora pediu a presença da Polícia Militar no dia seguinte, na última segunda (23), para que uma ocorrência fosse registrada. Além dos militares, o próprio Secretário do Meio Ambiente também esteve no local e tirou fotos dos móveis danificados.

A moradora pediu providências porque, segundo ela, sempre que chove a enxurrada invade a casa, deixando o rastro de destruição. O boletim de ocorrência foi lavrado e a mulher foi orientada a procurar a COHAB para providências futuras.

Defesa Civil fala sobre o tema

O JP Agora recebeu o contato de Geraldo Pablo, coordenador da Defesa Civil de Brasilândia de Minas. Ele contou que o Bairro Porto foi o mais atingido pelas fortes chuvas e que a defesa civil recebeu 6 chamados para ações de resposta.

“Depois de um domingo de muito sol forte, na madrugada do dia 23 de janeiro, ocorreu uma forte tempestade convectiva de chuvas e raios em Brasilândia de Minas, que provocou várias inundações em residências na cidade. Em algumas casas houve danos e prejuízos. O bairro mais atingido foi o Porto, onde se situa a parte mais baixa da área urbana, e onde a Defesa Civil recebeu 6 chamados para ações de resposta” disse Geraldo.

Na segunda-feira, as medidas começaram a serem adotadas pelas equipes da Secretaria de Obras.

“Durante toda a segunda-feira, equipes da Secretaria de Obras fizeram obras de intervenção por barramento, aumentando a altura de meio-fios, e assim prevenir que as enxurradas extravasem as ruas e entrem nas casas. Já a Defesa Civil efetuou os relatórios de ocorrência e o cadastramento das famílias atingidas para recebimento de ajuda humanitária que consistem em cesta básica de alimentos, kit de limpeza doméstica e kit de higiene pessoal em parceria com o CRAS do município” destacou.

Geraldo ainda disse sobre o serviço de alerta automático da Defesa Civil relacionado às fortes chuvas.

“Muitos moradores foram surpreendidos com a forte chuva, e para evitar essa situação a Defesa Civil mantém um serviço de alerta automático por celular, basta que o usuário envie uma mensagem por SMS para o número 40199 só com o texto 38779000, e que é o CEP de Brasilândia de Minas, onde irá receber a confirmação, e todas as vezes que houver riscos de tempestades um aviso de alerta será dado pelo celular, sendo o serviço totalmente gratuito. A Defesa Civil alerta ainda que até março haverá chuvas intensas, principalmente depois de dias muito quentes, e em caso de tempestade evite sair em vias públicas, mantendo-se em locais protegidos e jamais transitando por locais alagados. Abandonar a casa ao ouvir barulhos nas estruturas especialmente telhados, ao ver formações de trincas e rachaduras, portas e janelas que não fecham ou abrem corretamente, tubulações de água que rapidamente apresentam vazamento, são todos sinais de que o imóvel pode entrar em colapso ou desabamento, e havendo desastres chamar o Corpo de Bombeiros no telefone 193 e acionar a Defesa Civil” destacou.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
GALO DOIDO
7 dias atrás

processa e prefeitura como voce pagou alvara responsabilidade e da prefeitura arruma um advogado e entra com processo fica esperando esse secretario ai não ele nao vai fazer nada pra te ajudar entendeu

Daniel
5 dias atrás
Resposta para  GALO DOIDO

A prefeitura faz o que pode para ajudar a comunidade e age de boa fé na resolução dos problemas da população.

Se entra na justiça quando não se obtém apoio ou ajuda dos órgãos públicos, quando agem com irresponsabilidade e não atendem aos pedidos e necessidades do povo.

Deve-se lembrar que órgão municipal não tem tanto dinheiro quanto órgão federal e que estão tentando sobreviver a crise, como todos no Brasil e no Mundo.

Ser com cidadão incluí agir com responsabilidade, educação e empatia.

mais artigos