InícioBrasilVal Marchiori denuncia ex-marido pinheirense Thiago Castilho por violência doméstica

Val Marchiori denuncia ex-marido pinheirense Thiago Castilho por violência doméstica

A socialite confirmou que conseguiu há três meses uma medida protetiva contra Thiago Castilho

Publicado em

O pinheirense Thiago Castilho foi acusado por sua ex-mulher, Val Marchiori, de violência doméstica. A socialite, de 49 anos, acionou o ex na justiça cível e criminal e descreveu a suposta violência sofrida ao longo dos últimos dois anos.

O relacionamento entre a empresária e o pinheirense durou cinco anos, até que se separaram em março deste ano. Em entrevista ao Domingo Espetacular, da Rede Record, Val contou que o casamento começou a ficar insustentável há dois anos.

A estrela do reality show Mulheres Ricas afirmou que o ex bebia demais e era dependente de medicamentos. “Já não consegui dormir direito, tinha medo, ele ficou agressivo, gritava comigo na frente dos outros, tinha ciúme do meu filho. Nos colocava em risco, alterado no carro a 200 km/h, dizendo que não tinha nada a perder.”

Val contou que decidiu terminar em junho do ano passado, durante viagem pela cidade de Monte Verde, interior de Minas Gerais. “Ali, realmente vi que poderia ter morrido. Ele pegou uma garrafa de whisky e poderia ter acertado na minha cabeça, eu desviei e corri para tentar sair dali. Está no boletim de ocorrência. Falei: ‘Meu Deus, estou vivendo com um louco. Não mereço isso'”, recorda.

Marchiori relata que passou por situações de pânico e terror psicológico dentro da própria casa. “Era aquela ameaça velada, tinha um ciúme dos meus filhos, não podia sair com os meus filhos. Afastava meus amigos e não percebia”, descreve.

Após a situações que teriam acontecido em Minas Gerais, a socialite viajou para o exterior com um dos filhos, quando descobriu um suposto desvio de R$ 32 mil feito de forma indevida por Castilho. “Falsificou uma assinatura para ter acesso a um valor que não dela, e isso está no processo. Tirou um carro daqui [da casa dela], que não era dele, era do meu gerente.”

Val conta que entrou na Justiça para pedir a medida protetiva após o divórcio, pois teria passado a ser perseguida e ameaçada pelo empresário.

Ao Domingo Espetacular, Thiago Castilho disse que as alegações não condizem com a verdade e contou que pediu à Justiça uma autorização para se defender e fornecer provas de que a denúncia é caluniosa.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários